Início » Brasil » Falência no DF: governo proíbe novos gastos com servidores
COLUNA ESPLANADA

Falência no DF: governo proíbe novos gastos com servidores

Com R$ 1,3 bilhão em dívidas represadas, governo do Distrito Federal cortou pagamento de horas-extras, férias, antecipações de gratificações ou salariais, viagens e até treinamento de pessoal

Falência no DF: governo proíbe novos gastos com servidores
O governador derrotado Agnelo Queiroz (PT) proibiu novos gastos em todas as secretarias e entidades do governo com pessoal (Reprodução/Internet)

Começou a vir à tona no Distrito Federal o tamanho do rombo nos cofres e a crise financeira que espera o governador eleito Rodrigo Rollemberg (PSB). O governador derrotado Agnelo Queiroz (PT) proibiu novos gastos em todas as secretarias e entidades do governo com pessoal. Cortou pagamento de horas-extras, férias, antecipações de gratificações ou salariais, viagens e até treinamento de pessoal. O Decreto 35.943, publicado no último dia 24, é só uma mostra do tamanho do rombo nos cofres. Como a Coluna antecipou dia 8, o GDF tem R$ 1,3 bilhão em dívidas represadas.

$ilêncio

Procurado para se pronunciar pela assessoria desde a denúncia do rombo, o governo do DF não se manifestou sobre as dívidas represadas. Os fornecedores estão desesperados.

Leandro Mazzini é escritor e colunista do Opinião e Notícia

Prato vazio

O DFTV, da Globo, denunciou há duas semanas que faltava comida para servidores em 16 hospitais, porque os fornecedores não receberam.

Foi, voltou

O ex-secretário de Saúde Rafael Barbosa, responsável pelos hospitais, candidatou-se a federal e foi devolvido para o GDF. Agora, ele toca a UTI do governo de transição.

Nem tanto

O Brasil tem 201 milhões de habitantes. Pelos dados do Tribunal de Contas da União, obtidos ontem, 47.854.606 estão cadastrados para receber o benefício mensal do Bolsa Família. A maioria em Estados do Nordeste e Norte. Mas daí indicar que isso tudo se converteu em votos para a Dilma é exagero. Ou uma ofensa à inteligência do eleitor.

Meia-volta

O deputado derrotado para o governo Luís Pitiman (PSDB) é cotado para reassumir a Secretaria de Obras do futuro governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Pitiman foi secretário no primeiro ano do governo Agnelo Queiroz (PT), que deixa o cargo.

Tá bom..

O primogênito do saudoso Eduardo Campos, João, garante que não vai se candidatar nas próximas eleições. Entrou na Executiva do PSB em Pernambuco para aprender. Tido como herdeiro político da família, será o secretário de Organização na Executiva.

Primeiro degrau

Nos bastidores não é segredo de que João Campos vai se candidatar a vereador no Recife em 2016. A família tem espólio de votos a explorar para a Câmara.

Em campo

A seleção de Guiné Equatorial está hospedada num hotel de Brasília. Todos vacinados e autorizados a entrar no País, claro. A Guiné sofre com surto de ebola.

Sem xerife

O diretor-geral da PF, delegado Leandro Daiello, tem dito a todos que acabou a figura do xerife centralizador na corporação. É um por todos e todos por um. E isso inclui os agentes, que vivem em rusgas discretas com os delegados. E vice-versa.

Recado e amém

O recado foi bem dado na frequentada missa dominical celebrada meio-dia na Paróquia Santo Antonio, na Quadra 911 Sul, em Brasília. Na bênção, o pároco recomendou aos fiéis que fossem às urnas e cumprissem com o dever cívico de votar, e surpreendeu a todos lembrando da possibilidade de impeachment, caso o governante não corresponda.

Sobrevida..

Uma medida cautelar (nº 23.224) do ministro Napoleão Nunes Maia Filho, do STJ, concedeu efeito suspensivo à ordem de despejo contra o Aeroclube do Brasil em hangares do Aeroporto de Jacarepaguá. Briga com a Infraero, que quer o local.

.. e Sobrevoo

Aliás, os cursos de formação de pilotos continuam no AeroClube, tradicional ponto de formação de profissionais, há décadas, para as companhias aéreas.

Botafogo é tetra

Para um País que adora o futebol, curiosidade: O Botafogo foi o time que mais elegeu governadores: Flávio Dino (MA), Rollemerg (DF), Renan Filho (AL), Pezão (RJ).

Radar potente

O DETRAN do DF comprou radares de última geração que registram a velocidade de veículos a 2 km de distância. Num só dia foram mais de 600 multas.

Ponto Final

A violência é tamanha em Alagoas que alguém matou até um peixe-boi a tiros, denunciou uma leitora. Alô, autoridades! O alagoano não merece isso.

_________________________

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *