Início » Brasil » Falsários e suas muitas falsificações
Ética a serviço do poder

Falsários e suas muitas falsificações

Comissão da Verdade, reivindicações indígenas e dossiês petistas: pautas políticas a serviço da manutenção do poder

Falsários e suas muitas falsificações
Dirigentes da Comissão da Verdade não creem em reconciliação (Reprodução/Internet)

A mais grave dimensão da falsidade ocorre quando ela se torna estratégia de ação e estilo de vida. Quando isso acontece – e está acontecendo no Brasil – o caráter dos indivíduos é destruído e a credibilidade das instituições que por desventura eles comandem se converte em lama.

O artigo 1º da lei que criou a Comissão da Verdade (CV) atribui-lhe a tarefa de “efetivar o direito à memória e à verdade histórica e promover a reconciliação nacional”. Memória, verdade e reconciliação. Qual a verdade que a CV busca? Ela busca conhecer os autores de crimes e agressões a direitos humanos que vitimaram os  guerrilheiros e terroristas camaradas de dona Dilma. Os muitos crimes e violações cometidos por essa mesma turma estariam inteiramente perdoados, esquecidos, cobertos por grossa camada de errorex, e rendem vultosas indenizações aos que os perpetraram. Para os comissários da CV, a anistia valeria para tais crimes, acima de qualquer dúvida. E a reconciliação? Ora, os proponentes e executantes dessa farsa, ungidos de falso espírito pacificador, assumiram uma tarefa em que não creem. E isso é farsa. Eles não acreditam em reconciliação (a menos que renda votos, como num abraço entre Lula e Maluf). Creem, nisto sim, em conflito, em revanche e em vingança. Tudo isso é ou não fraude ao Direito, à memória, à verdade e à História? Mas a falsificação, uma vez iniciada, não pára mais.

Querem outro exemplo? Quem pode considerar legítimos esses índios que vemos em Brasília, mobilizados pela governamental Funai, reivindicando demarcações de territórios para suas “nações”? Índios de caminhonete, calça jeans e que se abastecem em supermercados? Índios exibindo cocares zero quilômetro, com vistosas e irretocáveis penas de pobres aves, sem ninguém por elas? No entanto, os falsários, financiados por interesseiras ONGs internacionais, articulam para que obtenham cada vez maiores extensões de reservas, como se ainda vivessem, todos, da caça e da pesca. Pura manobra diversionista. O verdadeiro botim é a extraordinária biodiversidade e são as riquezas do subsolo.

Não são menos fraudulentos, por sua vez, muitos dos “quilombos” que pipocam em áreas nobres do território e do meio urbano nacional. Os falsários organizam esses grupos de interesse, insuflam ódio racial, excitam a cobiça, prometem vantagens patrimoniais, inventam fábulas sobre inexistentes quilombos e cuidam de ampliar o número de falsos quilombolas.

Uma vez assumida como estratégia de ação e estilo de vida, a falsidade se impõe em tudo. Por isso, os falsos dossiês, encomendado a falsários profissionais. Por isso se falsificam as informações sobre as contas públicas com a tal “contabilidade criativa”. Por isso Dilma, ungida candidata à presidência, é apresentada à nação como grande gestora de um governo enrolado e enrolador. Por isso se apressam em fazer o que muito condenaram para não enfrentar o fracasso de soluções que nunca tiveram. Por isso diziam que o PT não era como “os partidos tradicionais” e tinham razão – o PT é um partido que protege bandidos. Por isso o falso apreço a direitos humanos, um apreço que tem cor partidária, que tem afeições e ódios ideológicos. Por isso as falsificações ditadas pelos mandamentos do “politicamente correto”, que transformam reivindicações grupais e pautas políticas em pretensos direitos humanos.

A lista seria inesgotável. Os falsários compreendem suas estratégias e métodos como elementos da disputa e da preservação do poder e os aplicam em tudo. O certo, a verdade e o bem integram uma esfera de temas que sequer conhecem, onde não vão e onde não operam. Nos espaços em que atuam habitualmente não incidem exigências de ordem moral que não estejam referidas à manutenção do poder. Para quem ainda não percebeu, é a mesma ética assumida pelos falsos mártires do mensalão.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

7 Opiniões

  1. Honório Tonial disse:

    Lendo e relendo o original manifesto do jornalista Percival Puggina, desta data, conclui-se que o Brasil está vivendo uma ditadura petista.
    Será que os nossos Senadores tomam conhecimento desta terrível situação?
    Estarão, eles todos , anestesiados ou cooptados?
    Não estaria na hora de instalar um patriótica Comissão Parlamentar de Inquérito para verificar a existência ou não dos desmandos e crimes apontados?
    Será uma autêntica Comissão da Verdade ou uma patota eleitoreira?
    Alô, Justiça Eleitoral? Ainda existes?
    Estaria na hora do povo voltar à ruas!

  2. Bruno disse:

    Disse tudo. Ocorre que é preciso retomar o poder das mãos destes bandidos. Eles sabem que são todos criminosos e debatem estas e muitas outras estratégias de poder “abertamente a portas fechadas” no foro de sp, juntamente com os guerrilheiros das Farc, e a “elite da ralé” da America Latrina… índios cocaineiros, etc. Ou seja, os artigos mais contundentes, as análises mais arrasadoras não modificarão em um milímetro os objetivos de poder absoluto buscado à la chavez pelos petralhas e muito menos o apetite destes ladrões… Lula, o hábil mistificador e chefe da mais organizada quadrilha que este país já teve notícia, e sua títere, Dilma a guerrilheira assassina, alçados e mantidos no poder por um populacho ignorante e crédulo, precisam ser arrojados para fora do poder, definitivamente, enquanto o pt e sua quadrilha deles dependam – Lula será candidato em 2014, e, o momento sugere que tenha reais chances de ser vitorioso. Parece que nossos ciclos de sono são ainda bem mais longos do que quatro anos – é uma sociedade passiva, macunaímica, que gosta de ser en… gambelada…. alguém muito mais arguto e talentoso que nós, Nelson Rodrigues, já dizia: “Subdesenvolvimento não é coisa que se improvise… é obra de séculos!!… que falta fazem umPaulo Francis.. um Carlos Lacerda… este país como nunca antes faz jus à triste sina de deserto de homens e idéias… adeus, brasil, parabéns canalha petista, parabéns bando de covardes!!!

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu nunca acreditei nestes ÍNDIOS, eu nunca acreditei nos SEM TERRA e esses últimos são tão organizados e faz muitos anos que existe os sem terra e cada vez aumenta mais é o legítimo cordão dos puxas saco. Interessante é o representante, aquele que fala por todos, tem uma boa postura, fala um bom português e de boa dicção diante das câmaras. Índio com barba, isso não existe. como diz na Globo FAZER O QUE?

  4. Joaquim Caldas disse:

    Índios inventados,fabricados pelas ONGs internacionais(Yanomany), que falam inglês e atendem celular?
    As Forças Armadas estão privatizadas,desde o governo de FHC,fazer o quê?!

  5. raimundo trindade disse:

    Alô Honório, e tu acredita em JUSTIÇA ELEITORAL?, EU NÃO ACREDITO. quer um exemplo: AS URNAS SÃO INSTALADAS POR UM TÉCNICO E QUANDO TERMINA A ELEIÇÃO O RESULTADO SÓ FICA NA LISTA DE VOTAÇÃO, QUANDO TU DESCONFIA QUE FOSTE ENROLADO E PEDE RECONTAGEM DE VOTO NÃO TEM MAIS JEITO , NA URNA NÃO CONSTA MAIS NADA , SE É UM PROGRAMA PORQUE NÃO FICA GRAVADA A VOTAÇÃO?.
    A justificativa da justiça eleitoral é que o programa inspira em poucas horas, e aí?, dá para acreditar ? .
    FELIZ E PRÓSPERO ANO NOVO A TODOS

  6. kalil Saliba disse:

    É preciso restabelecer a verdade e punir os assassinos a serviço do Estado. As atribuições da Comissão da Verdade é apenas para apurar os crimes, em todos os sentidos é muito limitada nas suas atribuições. Essa gerencia do PT.ou qualquer outra que a substitui-la, vai buscar o equilibrio em todas as frações para poder governar, senão pela fôrça. Acredito que para instalação da Comissão da Verdade deva ter havido muitos acordos da gerente de plantão arrependida do seu passado D. Dilma com os assassinos e cumplices para beneficiar a pior especie de torturadores e assassinos servidores do estado, êsses sim verdadeiros terroristas que devem ser punidos e seus nomes execrados para o bem da humanidade.
    Esta claro a guarida dessa coluna assinado pelo o Sr. Puggina, que usa seu ranço pela a má administração do PT. para esconder suas verdadeiras intenções de atingir pessoas da Comissão da Verdade que são nomes honrados e até agora nada prova o contrario, e destilar o mais puro racismo de causar inveja a Hitler contra as nações indigena, essa também quase dizimadas nesses 500 anos e até hoje vitimas desse Estado assassino e desumanos. o Sr. Puggina não esta só seus apoiadores recalcitrantes de um regime bestial da ditadura militar gostariam de ver nossos irmão indigenas socados nas cavernas do medo e do terror dessa elite apodrecida, no entanto as nações indigenas seguem rebeladas e lutando pelos seus direitos e pelo restabelecimento da VERDADE da nossa historia a dos oprimidos e vitimas desse ódio êsse sim irenconciliavel dessa elite apodrecida.

  7. Luiz Bouchardet Júnior disse:

    O pior de tudo isto é que tem gente que defende este bando que está instalado no governo, este pessoal que está entregando o Brasil de mão beijada para os gringos. Esta comissão da verdade não passa de um bando de corruptos, pois estão prestando ajuda ao governo mais corrupto da história do Brasil, porque esta maldita comissão não olha os crimes praticados pela gentalha comunista. Na época eu tinha 18 anos, o que eu mais sinto é não ter tido poder, se tivesse esta gentalha não estaria nos governando, o erro dos militares foi não ter fuzilado todos os comunas. O genoíno foi o maior de todos os covardes, dedurou todos os seus comparsas no Araguaia sem tomar um tapa. Esta turma de índios vagabundos que estão exigindo terras, e que vivem às custas do governo e da maldita FUNAI, porque não vão trabalhar, nunca fizeram nada, só mamam nas tetas do governo. Eu prefiro “um regime bestial de ditadura militar”. do que um regime bestial de ditadores comunistas. O stalim matou 45 milhões de pessoal, Pol-Pot foi 1 milhão, o Mao mais de 30 milhões. Porque esta praga de comunistas não vão viver em Cuba, Coreia do Norte, China etc.
    Sr. Kalil, procure ler a história e ver qual foi a época que o Brasil mais cresceu, procure ver se algum presidente militar, ficou milionário, pergunte se eles eram analfabetos, pergunte se algum deles colocou algum filho rico, não me venha defender um governo corrupto, mentiroso, sem caráter e que um ex-presidente nunca sabe de nada, e que quando deixou o palácio da alvorada, levou 11 caminhões de coisa que pertence a união. Procure pesquisar.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *