Início » Brasil » Falta de planejamento põe em risco obras da Rio 2016
Olimpíadas

Falta de planejamento põe em risco obras da Rio 2016

Após fiscalização, TCU cobra providências do governo

Falta de planejamento põe em risco obras da Rio 2016
Complexo de Deodoro receberá provas dos Jogos Olímpicos (Fonte: Reprodução/Divulgação)

Após realizar uma fiscalização, o Tribunal de Contas da União (TCU) concluiu que a falta de planejamento para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, põe em risco as obras para o megaevento.

Leia também: Ilha Olímpica: a solução para os tormentos das Olimpíadas?

Ainda de acordo com o TCU, a falta de planejamento também inviabiliza estimativas sobre o custo de projetos. O tribunal agora cobra providências do governo.

As obras das Olimpíadas do Rio são responsabilidade de um consórcio formado pelo governo federal, estadual e municipal, congregados na Autoridade Pública Olímpica (APO). O orçamento é de mais de R$ 15 bilhões.

O TCU argumenta, no entanto, que a APO tem sofrido um “esvaziamento do papel de coordenação”, ressaltando ainda que “apenas 5% do total previsto pelos Orçamentos Gerais da União para a organização dos Jogos, no período de 2010 a maio de 2013, foram pagos efetivamente”.

Outra preocupação do TCU se refere ao fato de que ainda não há informações sobre os investimentos em turismo e hotelaria.

‘Matriz de responsabilidade’

A ausência da chamada “matriz de responsabilidade”, isto é, o documento que reúne obras, custos, prazos e responsáveis, também é criticada pelo TCU, que também chama a atenção para o fato de o legado da Rio-2016 ter sido deixado até agora em segundo plano.

O comitê organizador da Rio 2016, o Ministério do Esporte e a APO disseram que vão esperar a notificação do TCU para comentar o assunto.

Fontes:
Folha de S.Paulo - TCU vê falta de planejamento da Rio-2016

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    Quinze Bilhões e a segurança não existe quem acompanha os jornais televisivos veem, a educação é um Deus nos acude e a saúde todos sabem o problema, para a persistente ou melhor a Presidente Dilma acha que resolve o problema com mais médicos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *