Início » Brasil » Falta mão de obra para a Copa de 2014
Convocação de aposentados

Falta mão de obra para a Copa de 2014

Organizadores do megaevento acreditam que será preciso convocar os aposentados para suprir a falta de mão de obra especializada

Falta mão de obra para a Copa de 2014
Construção civil aposta na mão de obra feminina (Fonte: Reprodução/D.A Press)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma reportagem publicada nesta segunda-feira, 20, pelo jornal Estado de Minas destaca a escassez de mão de obra para a Copa do Mundo de 2014, ressaltando que aposentados e parentes de quem está empregado podem ter que entrar em campo.

Entre os problemas à vista estão a falta de mão de obra qualificada na construção civil e no setor de turismo, a falta de infraestrutura nos aeroportos, cujas obras de expansão ainda precisam ser concluídas, a escassez de táxis circulando nas ruas e ainda o risco de “apagão” no setor de telecomunicações.

De acordo com a reportagem, organizadores da Copa de 2014 acreditam que será preciso convocar os aposentados para suprir a falta de mão de obra especializada e também contar com o auxílio de parentes e amigos nos balcões de vendas e serviços.

Escassez de mão de obra qualificada

O setor de construção civil, por exemplo, que conta atualmente com 3,3 milhões de trabalhadores formais em todo o país, vem tentando atrair as mulheres para suprir a escassez de trabalhadores.

O risco de “apagão” no setor de telecomunicações na Copa de 2014 e nas Olimpíadas de 2016 foi recentemente destacado pela revista britânica The Economist, que ressaltou também a necessidade de investimentos vultuosos no setor para atender à crescente demanda no país.

Fontes:
Estado de Minas - Aposentados e familiares devem entrar em campo para a Copa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. João Cirino Gomes disse:

    Se os políticos continuarem mantendo a população no curral eleitoral as custas dos aposentados; ou continuarem doando as verbas que a população paga de imposto, continuarem a investir em Cuba, eles é quem vão ter que servir cafezinho, serem motoristas de táxis, ônibus, serem porteiros etc e tal!

  2. Rosa disse:

    Todo trabalho honesto é digno. Mas onde estão os desempregados?

  3. Petrúcio Balbino dos Santos disse:

    Sou aposentado, mas estou no trampo, minha área agora é construção civil, tenho experiência como Pedreiro estou cursando o Curso de Mestre de Obras e pretendo trabalhar o quanto antes estou disponível a quem interessar tenho experiência também como encarregado de Obras, em Recursos humanos estou louco pra trabalhar me contrata vai

  4. Everaldo Uzeda Rodrigues da Costa disse:

    De graça ,voluntario para trabalhar 10 horas por dia para a FIFA ficar mais rica, nem dançando a muzenza nu com as maõs no bolso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *