Início » Brasil » FHC pede a Dilma ‘renúncia com grandeza’
CRISE POLÍTICA

FHC pede a Dilma ‘renúncia com grandeza’

Ex-presidente afirmou ainda que a situação econômica do país 'é desesperadora'

FHC pede a Dilma ‘renúncia com grandeza’
FHC durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura (Fonte: Reprodução)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sugeriu nesta segunda-feira, 26, que a presidente Dilma Rousseff renuncie ao cargo “com grandeza”.

Leia também: Dilma não governa mais o Brasil, afirmam FHC e Aécio
Leia também: FHC comenta ‘derrocada do lulopetismo’
Leia também: Dilma ‘vai ser governada’ após oferecer pastas ao PMDB, diz FHC
Leia também: FHC diz que foi mal interpretado sobre saída de Dilma
Leia também: ‘Nunca se roubou tanto em nome de uma causa’, diz FHC

De acordo com FHC, “a situação econômica [do país] é desesperadora. Ela [Dilma] não tem que ir lá nos EUA e dizer que o Brasil está mal porque a democracia é adolescente. Vai mal porque está sem rumo”.

A afirmação de FHC faz referência a uma entrevista veiculada neste domingo, 25, pela emissora norte-americana CNN, em que Dilma afirmou que é preciso ter cuidado com a questão do impeachment, porque a democracia no Brasil “ainda está em sua adolescência”.

O ex-presidente FHC ressaltou ainda que “a presidente Dilma não pode desconhecer o que nós conhecemos, que a economia está em uma situação desesperadora, que há uma crise política. Ela tinha que dizer: ‘eu saio, eu renuncio, mas eu quero que o Congresso aprove isso, isso e isso'”.

Questionado sobre a posição do PSDB a respeito de um eventual processo de impeachment contra Dilma, FHC afirmou que o partido está sendo “bastante prudente” quando aborda o assunto, e que se for aberto um processo no Congresso, “vai votar pelo impeachment”.

O ex-presidente também afirmou que “ninguém está cogitando dar golpe. Impeachment não é golpe. Precisa ter condição, mas não é golpe”.

Durante a entrevista, FHC falou ainda sobre o livro “Diários da Presidência”, que irá lançar na próxima quinta-feira, 29.

Fontes:
G1 - FHC diz que Brasil está 'sem rumo' e pede a Dilma 'renúncia com grandeza'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. neyjos disse:

    Após a corrupção dos sangue sugas FHC não renunciou, ele devia ter dado exemplo.

  2. helo disse:

    Neylos, os sangue-sugas não eram do partido do ex-presidente FHC, que não os defendia. O Brasil se transformou num balcão de negócios em que lobistas passaram a cobrar propinas, e a corrupção está dentro do governo, feita por seus membros e nas instituições como a Petrobrás, BNDES, Correios, Banco do Brasil, Caixa etc. O ex-presidente se declara “lobista” com palestras que valem milhões. O país está não só numa grave crise econômica e política, está sobretudo numa crise moral, sem credibilidade e sem projeto de saída. A presidenta é parte disso? FHC deixa a dúvida e o conselho.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *