Início » Brasil » A gastança do caçula de Sérgio Machado em Londres
LAVA JATO

A gastança do caçula de Sérgio Machado em Londres

Filho do ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato gastou cerca de R$ 90,2 milhões em propriedades na capital inglesa

A gastança do caçula de Sérgio Machado em Londres
A questão é se o dinheiro usado para comprar propriedades vem de subornos ou não (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Segundo uma investigação do jornal inglês Guardian, o executivo brasileiro Expedito Machado, filho mais novo do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que admitiu aos investigadores da Lava Jato lavar milhões de dólares da Petrobras, protagonizou uma farra de gastos em propriedades inglesas num período de 12 meses.

Segundo o jornal, Expedito, que, como seu pai, também se tornou delator da Lava Jato após as investigações o identificarem como operador financeiro do PMDB,  gastou 21 milhões de libras (cerca de R$ 90,2 milhões) em propriedades na Inglaterra em 2014 e 2015. Expedito é gestor de um fundo de investimento em Londres.

Leia mais: Sérgio Machado diz que repassou propina à cúpula do PMDB

A Operação Lava Jato já revelou um desvio de US$ 2 bilhões por parte de políticos brasileiros e seus aliados. As propinas foram feitas em licitações da estatal Petrobras. Depois de deixar a Transpetro, Sérgio Machado virou delator da operação. Machado é acusado de operar um grande esquema de suborno. Suas acusações põem em risco o governo do presidente interino Michel Temer.

Machado e seus filhos começaram a cooperar com os investigadores em maio, depois de negociarem a delação premiada. No entanto, o Guardian revela que Expedito usou outro conjunto de estruturas offshore para transferir dinheiro para a Inglaterra. A questão é se este dinheiro usado para comprar propriedades veio da corrupção ou não. Seus advogados negam essa suspeita. Eles afirmam que nenhuma das propriedades da Inglaterra está na lista de ativos de suposta origem ilegal que está sendo devolvida ao governo brasileiro. Segundo os advogados, as propriedades foram adquiridas depois que Expedito vendeu um de seus negócios.

Listas de empresas offshore de propriedade da família vazaram para a imprensa junto com seus depoimentos, em junho. Expedito se mudou para Londres em 2012. Em 2014, ele gastou 6 milhões de libras em uma propriedade. Depois, mais três investimentos aconteceram, usando offshores ligadas a várias contas do banco Santander. Em abril de 2015, a GTD Properties Limited pagou 7,2 milhões de libras em uma propriedade no coração de Londres. Em junho de 2015, a CDP Properties Limited comprou uma propriedade em Mayfair (área no centro de Londres) por 1,8 milhões de libras. Em outubro de 2015, a PDB Properties Limited pagou 6,2 milhões de libras em outra propriedade na capital inglesa. Um porta-voz do Santander disse que o banco não poderia discutir informações de seus clientes por questões de confidencialidade.

As empresas de Expedito coletavam milhares de libras por ano em aluguel de seus inquilinos comerciais. No entanto, não se sabe se os locatários sabiam da real identidade do proprietário ou da possível origem dos fundos das empresas offshore.

Fontes:
The Guardian-Revealed: corrupt Brazilian businessman's UK property splurge
Estadão-Filho de Machado também faz delação

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

8 Opiniões

  1. André Brito disse:

    Isso é tudo papo furado , querem que Machado pare de delatar os lobos, assim esses lobos ficarem comento a maior fatia do bolo.

  2. Rene Luiz Hirschmann disse:

    E o rombo é da previdência, pobre dos aposentados eu creio que um dia esses canalhas que nos roubam todos os dias tenham câncer, é minha indignação com tantas injustiças.

  3. Luiz Mauro disse:

    O Machado fez um importante trabalho ao país delatando a cúpula do PMDB. Agora tentam passar a imagem de mentiroso pra ele, pra que sua delação seja desacreditada. Os bandidos tão tremendo mesmo, isso é ótimo!

  4. Henrique Pedroso disse:

    Só ñ ve quem ñ quer que isso tudo é uma tentativa suja do Renan e de outros citados na Lava Jato, de achar algo que incrimine o Sérgio, para desacreditar as delações dele. O Machado e sua família sempre investiram em imóveis e a origem de seu patrimônio foi apresentada do MP. Renan e a sua gangue só não contavam com a nossa astúcia. A população está calejada e ñ cairá nessa. A Lava Jato tem que continuar!

  5. Amanda Rocha disse:

    Todos os investimentos, patrimônio e sua origem foram detalhadamente explicados ao ministério público. Se a família tinha investimentos imobiliários muito antes disso, e certo que sim. Não vejo nada novo. O foco são as delações porque com elas muitos políticos corruptos serão desmascarados, eu não vou me calar, pelo contrario eu vou dar apoio para que políticos corruptos não possam sair dessa de “fininho”.

  6. Vanusa Martins disse:

    O jornal inglês, na minha opinião só está querendo chocar o público, pq veracidade msm não tem. Pra quem não sabe o senhor Machado já possuía bens, a família Machado possui bens, em relatos a MP tudo isso foi passado, estão todos cientes, pq agora querem colocar a tona essa noticia, justo agora? Pq simplesmente querem mudar o rumo , sabemos que tem muitos políticos com rabo preso, pois em sua delação, Machado revelou áudios comprometedores, que envolvem toda a cúpula peemedebista e de quase todos os partidos, inclusive o senhor Temer.

  7. debora disse:

    Dia após dia, a mídia tenta desacreditar nas delações feitas por Machado, mexem com a família, bens pessoais, tudo em prol da liberdade dos acusados na operação lava jato. A familia era mesmo investidora e investia principalmente no ramo imobiliário. Até aí não há nada demais.

  8. Diana Nascimento disse:

    Esse The Guardian não descobriu nada. Esses bens já foram declarados para o MP. Bens que tiveram origem a partir da venda dos negócios de educação que a família possuía.
    Na minha opinião isso é uma jogada dos delatados na lava jato para descreditar a família do delator.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *