Início » Brasil » Governo do Distrito Federal cancela compra superfaturada
Coluna Esplanada

Governo do Distrito Federal cancela compra superfaturada

Secretaria de Saúde do Governo do DF decidiu cancelar a compra superfaturada do aparelho de fisioterapia Lokomat Pro

Governo do Distrito Federal cancela compra superfaturada
Secretaria de Saúde do Governo do DF (Fonte: Reprodução/Correio do Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após denúncia da Coluna, a Secretaria de Saúde do Governo do DF decidiu cancelar ontem a compra superfaturada em mais de R$ 3,5 milhões do aparelho Lokomat Pro. No mercado, o equipamento de fisioterapia custa R$ 1 milhão, e o secretário Rafael Barbosa assinou nota de empenho de R$ 4,58 milhões em contrato sem licitação com a BioAlpha. Os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Rollemberg (PSB-DF) estudam ação junto ao MP. ‘A denúncia é grave e deve ser apurada’, diz o socialista.

Leandro Mazzini é escritor e colunista do Opinião e Notícia

Ninguém acreditou

Na terça, a assessoria da Saúde informou que o processo não estava finalizado. Ontem enviou nota suspeita de que a compra foi cancelada dia 13 de novembro. Sem provas.

Lupa

Ontem, a assessoria jurídica do senador Rollemberg tomou a iniciativa de preparar a ação para provocar investigação também do Tribunal de Contas do DF.

Sociais

O secretário Rafael é candidato a deputado federal. Ele é amigo do peito dos lobistas Tadeu Roriz e André Moura. Quem intermediou a compra frustrada foi Jorge Pinel.

Revolta

O deputado Izalci (PSDB-DF) subirá à tribuna para cobrar investigação. A deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que se trata em aparelho similar, também exigirá lupa.

Céu desguarnecido…

A Força Aérea Brasileira comemora a escolha da presidente Dilma pelos caças suecos Grippen, preferido dos pilotos. Mas o modelo da licitação é um protótipo e vai demorar até 3 anos para aterrissar no Brasil com toda a tecnologia prometida. Neste período os céus do país ficarão vulneráveis. Daqui duas semanas os Mirage vão para o ferro-velho.

…e a conta

Os pilotos da FAB alertam para um detalhe do Grippen: a oferta de preço é boa, o caça é bom, mas hora voo dele é a mais cara dentre os concorrentes F-18 e Rafale. A dúvida é: com tanto aperto no caixa, o governo terá dinheiro para manutenção e fazê-los voar.

Golaço

O Museu Pelé em Santos será aberto até maio, antes da Copa, garantiu o prefeito ao ministro do Turismo, Gastão Vieira, que investiu R$ 9,8 milhões para a organização de objetos, loja, memória multimídia e afins. Alvo maior são turistas de transatlânticos.

Terceira Pessoa

Pelé assinou uma camisa da Seleção Brasileira e presenteou Gastão na terça, em Brasília. ‘Vou assinar Edson também, para você saber que Edson é o Pelé’, disse o rei.

Dando o fora

A situação anda tão feia com as chuvas no Rio que até espírito pula fora da cidade. A Fundação Cacique Cobra Coral, cuja médium Adelaide Scritori faz consultoria não remunerada de controle do tempo, avisa que vai cortar convênio com a Prefeitura. Eduardo Paes não informou relatório sobre ações contra chuvas. É contrapartida.

Mesa sem quórum

Jantar de confraternização da Câmara, organizado por Henrique Alves na terça, no restaurante do 10º andar do anexo IV. Valor: 100,00. Por causa da reunião da Comissão do Orçamento, não houve o quórum esperado. Alguns pagaram e não comeram.

Tortura aeroportuária

Não é só a obra do aeroporto JK que está dando dor de cabeça. A senadora Lídice da Mata (PSB-BA), inconformada com as reformas do aeroporto de Salvador disparou: ‘Obra de aeroporto da Bahia é uma tortura’. E nem falou do ar condicionado estragado.

Te prepara!

Dia de cão anunciado: amanhã, 20. A estimativa é de que haverá movimento recorde de passageiros, segundo as empresas aéreas, e greve dos aeronautas. Ou operação tartaruga air. As aéreas minimizam e indicam que estão preparadas. A conferir.

Cerco oficial

A Subcomissão de Memória do Senado enviará à Abin pedido de informações sobre suposta operação de ocultação de ossos encontrados em 2002 no Forte do Castelo, em Belém. Acusação de ativista aponta que podem ser de guerrilheiros do Araguaia.

Passageiro que se vire

Do presidente Sanovicz, da Associação Brasileira das Empresas Aéreas. ‘As últimas passagens (tarifas cheias) compradas acabam compensando as mais baixas’.

Ponto Final

Na verdade, o sonho da FAB eram os caças russos Sukhoi.

Com Maurício Nogueira, Luana Lopes e Equipe DF e SP

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Marcos Rodrigo Minharo disse:

    Ocultação de ossos é tenso!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *