Início » Brasil » Gilmar Mendes usou verba do STF em viagem pessoal
AUXÍLIO-VIAGEM

Gilmar Mendes usou verba do STF em viagem pessoal

Ministro usou auxílio-viagem do tribunal para ir a casamento de enteada em Fortaleza

Gilmar Mendes usou verba do STF em viagem pessoal
Ao todo, foram usados R$ 2.615,98 nas passagens de ida e volta (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes usou o auxílio-viagem do tribunal para ir ao casamento de sua enteada Maria Carolina Feitosa, em Fortaleza (CE). A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico, com base em dados obtidos no portal de Transparência no site do STF. Ao todo, foram usados R$ 2.615,98 nas passagens de ida e volta.

O casamento de Maria Carolina, que é sobrinha de Chiquinho Feitosa (DEM-CE) – primeiro suplente do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) – ocorreu no dia 21 de outubro de 2017. Gilmar voou de Brasília para Fortaleza no dia 20 de outubro, dia anterior à cerimônia, e retornou no dia 22.

A cerimônia aconteceu no porto de Mucuripe, que foi reformado para a Copa do Mundo de 2014 ao custo de R$ 224 milhões. Segundo a reportagem do Valor Econômico, o investimento na reforma não teria sido um dinheiro bem gasto, visto que “o movimento de navios nunca se intensificou e parte da área portuária acabou se convertendo em um cenário procurado para realização de eventos – o terminal marítimo de passageiros conta com um terraço que permite uma visão privilegiada do pôr do sol”.

O jornal tentou entrar em contato com a assessoria de Gilmar para falar sobre o assunto, questionando se seria correto, do ponto de vista moral, o uso de dinheiro do contribuinte para uma viagem pessoal, mas não obteve resposta.

Benefícios

O auxílio-viagem é um dos muitos benefícios concedidos pelo STF. Ele é concedido a todos os ministros do tribunal e não há nenhuma lei que obrigue os ministros a detalharem as viagens que forem pagas com o auxílio. Além disso, em 2018, o benefício teve um aumento, passando de R$ 50,4 mil, em 2017, para R$ 51,6 mil, neste ano.

Outro penduricalho, como são chamados os benefícios do tipo, é o auxílio-moradia no valor de R$ 4,3 mil mensais, ao qual todos os ministros do STF e magistrados têm direito, mesmo aqueles que contam com casa própria e não pagam aluguel.

O auxílio-moradia, porém, está na pauta do STF no próximo dia 22 de março. O tribunal passou a analisar o assunto depois que diferentes manifestações contra o benefício foram feitas, levando em consideração os vencimentos mensais de juízes federais e a crise econômica na qual o país se encontra. Nem mesmo os juízes Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, e Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio de Janeiro, escaparam da polêmica do auxílio-moradia.

Impeachment de Gilmar Mendes

Um abaixo-assinado, criado no site Change.org, tem solicitado o impeachment do ministro Gilmar Mendes. A iniciativa reúne quase 2 milhões de assinaturas e pode ser vista neste link.

Gilmar Mendes tem sido bastante criticado pela população por decisões polêmicas, como a liberação do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Sérgio Cortês e a suspensão da prisão preventiva do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho.

Em agosto de 2017, o Opinião e Notícia já havia detalhado que o ministro do STF estava sofrendo com grande pressão popular para que fosse retirado do cargo.

Fontes:
Congresso em Foco - Gilmar Mendes usou verba do STF para ir a casamento de enteada em Fortaleza

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Getulio Domingues disse:

    e continua caindo raiu em lugar errado .

  2. Rene Luiz Hirschmann disse:

    Não entendo esses caras, ganham muito, tem inúmeros penduricalhos e vivem usando o dinheiro do povo para lazer, esses sujeitos vivem em outra realidade nunca na realidade brasileira, se não tiverem a devida consciência em relação a essas atitudes são psicopatas, se tiverem são canalhas e não podem ser chamados de Brasileiros.

    Se concursos públicos selecionassem os melhores teríamos uma prestação de serviços públicos idênticos os da iniciativa privada, muito bom, porque não é assim?.

  3. Aureo Ramos de Souza disse:

    ISTO PARA MIM NÃO É NOVIDADE,NÃO SEI DA VERACIDADE MAIS ESTE CARA NÃO É CONFIÁVEL

  4. carlos alberto martins disse:

    o minisro Gilmar é protegido por seus pares desrespeitando tudo o que se conhece de ética e moral no cumprimento de seu cargo.ele manda e desmanda no stf com a anuencia da fada madrinha Carmem Lúcia.

  5. Jeffwerson Tavares disse:

    Mas não tem problema não, “o home” esta acima da lei, de tudo e de todos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *