Início » Brasil » Governador do Amazonas tem mandato cassado pelo TRE
COMPRA DE VOTOS

Governador do Amazonas tem mandato cassado pelo TRE

José Melo é acusado de compra de votos em sua campanha de reeleição de 2014

Governador do Amazonas tem mandato cassado pelo TRE
Verba para pagar eleitores partiu de um contrato com uma empresa de segurança recrutada para atuar na Copa (Foto: Valdo Leão/Secom)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou na última segunda-feira, 25, o mandato do governador do estado, José Melo (Pros), e seu vice, Henrique Oliveira (SDD).

Melo é acusado de compra de votos em sua campanha de reeleição. Segundo a denúncia, ele participou de um esquema de compra de votos com dinheiro público desviado de um contrato do governo feito com uma empresa de segurança contratada para atuar em Manaus, durante a Copa do Mundo de 2014.

A denúncia contra Melo foi protocolada em 2015, pelo atual ministro de Minas e Energia Eduardo Braga (PMDB), que ficou em segundo colocado no pleito de 2014. Segundo a denúncia, Melo teria repassado R$ 1 milhão a Agência Nacional de Segurança e Defesa (ANS&D). A verba, no entanto, foi usada para compra de votos.

Dois dias antes da votação do segundo turno da campanha, a presidente da ANS&D, Nair Queiroz Blair, foi detida pela Polícia Federal ao desembarcar no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, com R$ 7,7 mil em cédulas de R$ 100, além de recibos e anotações de contabilidade que indicam o fornecimento de dinheiro para recrutar eleitores. Os agentes também encontraram R$ 12 mil em um comitê da campanha de Melo em Manaus.

A decisão do TRE-AM tem caráter suspensivo, o que dá a Melo o direito de permanecer no cargo até que o caso seja julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso a cassação seja mantida pelo TSE, Braga, que governou o Amazonas por dois mandatos, entre 2003 e 2010, poderá assumir o cargo no lugar de Melo.

Fontes:
Congresso em Foco-TRE cassa mandato de governador do Amazonas
Diário do Amazonas-MP-AM investiga contrato entre governo e Agência Nacional de Segurança e Defesa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Empresário bem sucedido, Eduardo Braga nunca aceitou perder as eleições para José Melo – um simples professor – depois de ter feito um feudo no Estado, ter sido vereador, prefeito, deputado, senador, governador duas vezes, virado ministro e ter feito a esposa senadora. Agora, pela decisão de quatro juízes, sabe-se lá a que preço, pode novamente virar governador.

  2. olbe disse:

    NÃo existe ninguém honesto neste País???? A justiça é lenta. Não existe fiscalização. Isto aconteceu em 2014 e só agora em 2016 é que resolveram puni-lo?

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eu não sei como será as próximas eleições pois compra de voto era de praxe em todo o Brasil.E quanto a contratação de empresas terceirizadas é justamente para elas cobrirem as despesas de campanha, isso é velho e o outro agora denunciou porque perdeu. Quero ver como será as próximas eleições? Aqui em Recife cada vereador tem direito a 25 cargos em seus gabinetes sendo 20 escolhidos pelos vereadores assim como presidentes de associações de bairro que aparecem como líderes comunitários, eu fui um deles e os outros cinco os vereadores podem trazer funcionários do governo ou da prefeitura.

  4. ney disse:

    Sei não!! acho que quem esta com as quotas em alta são os T. Eleitorais.

  5. Luiz disse:

    ENTÃO ELE NÃO FOI CASSADO DROGA NENHUMA, POIS PERMANECE NO CARGO. ISTO VAI VIRAR PIZZA.
    ETA POLÍTICA BRASILEIRA, SE CONTAR ISTO EM PAÍS DE PRIMEIRO MUNDO, VÃO MORRER DE RIR, COMO JÁ ESTÃO MORRENDO DE RIR DAS FAÇANHAS DE NOSSA “PRESIDENTA”.
    O QUE EU ACHO ENGRAÇADO É QUE NO BRASIL QUANDO ALGUM POLÍTICO E CASSADO, NÃO VAI PRESO E NEM DEVOLVE O DINHEIRO ROUBADO. UM JUIZ PEGO EM FALCATRUA ELES O APOSENTAM GANHANDO O MESMO SALÁRIO, NÃO VAI PRESO, E QUANDO VAI PRESO FICA EM CELAS ESPECIAIS. EU PENSO QUE DEVERIA SER AO CONTRÁRIO, QUANTO MAIS A PESSOA É INSTRUÍDA, MAIOR SERIA SUA PENA.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *