Início » Brasil » Governo suspende pesquisa com mosquito transgênico
SAÚDE

Governo suspende pesquisa com mosquito transgênico

Pesquisa com mosquitos transgênicos, considerados uma arma promissora no combate ao Aedes aegypti, está paralisada por falta de verba

Governo suspende pesquisa com mosquito transgênico
Pesquisa teve investimento inicial de R$ 2 milhões, mas terá de recomeçar do zero (Foto: Divulgação/Moscamed)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Na semana passada, ao comentar os casos de microcefalia no Nordeste e associá-los, possivelmente, a infecções pelo vírus zika, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, citou pesquisas com mosquitos transgênicos como uma arma promissora no combate aos surtos de dengue, zika e chikunguya, doenças transmitidas pelo mosquito. No entanto, de acordo com a bióloga da Universidade de São Paulo que coordenava o estudo, Margareth Capurro, o governo federal suspendeu as pesquisas com mosquitos transgênicos por falta de verbas.

Leia também: Como diferenciar zika, chikungunya e dengue

A paralisação aconteceu em setembro, após quatro meses de atrasos nos repasses. Com isso, a maior parte do trabalho, concluído com investimento de R$ 2 milhões, terá de ser refeito. O projeto previa um investimento total de R$ 4 milhões.

A pesquisa teve um começo promissor. Mosquitos machos foram soltos em duas cidades da Bahia. As espécies transgênicas produzem filhotes que morrem antes de chegar à vida adulta, quando podem transmitir vírus da dengue, zika e chikungunya.

Os pesquisadores constataram que houve uma redução significativa no número de mosquitos selvagens nas cidades que participaram da pesquisa. Entretanto, com a paralisação do programa, os pesquisadores não puderam medir o impacto da ação na transmissão dos vírus.

“A população de mosquitos foi retomada. Teríamos de refazer tudo para, numa outra etapa, fazer uma avaliação epidemiológica”, lamenta Margareth.

 

Fontes:
Estadão - Projeto cogitado contra tríplice epidemia está parado por falta de verba

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Raquel disse:

    Dinheiro que governo investi em criação de mosquito” não basta ja ter tantos mosquitos” alem pode trazer risco a sociedade pois se própria empresa que cria mosquitos transgênicos informa que não totalmente perfeito e existe possibilidades de liberarem fêmeas com percentual pequeno,a população sera afetados pelos incidentes que próprio criou.Pelo tempo desde 2011 liberam 4 milhões por semana na região nordestina ja era para todos mosquitos esta já exterminados porem e ao contrario que esta ocorrendo mas doenças e epidemia de mosquitos infelizmente brasileiro acredita 100% na ciência e não investiga causas, mosquitos ficaram mais eficaz a parti do ano 2015, kd cientista ???? kd tecnologia ???? kd imprensa, Midia??? leiam site da Oxitec na minha opinião alem de ser site simples leiam questionamento que existe sobre a fabricação do mosquitos vc vão se surpreender com as respostas, nao sei como governo liberou tal coisa em fase de teste.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *