Início » Brasil » Governo anuncia acordo, mas caminhoneiros mantêm greve
PROTESTOS EM TODO O PAÍS

Governo anuncia acordo, mas caminhoneiros mantêm greve

Acordo deixou de fora a principal demanda dos caminhoneiros

Governo anuncia acordo, mas caminhoneiros mantêm greve
A paralisação, no entanto, continua em mais de 20 estados do país (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Após uma reunião nesta quinta-feira, 24, com lideranças dos caminhoneiros, o governo federal anunciou um acordo para suspender a greve que começou na última segunda-feira, 21. A paralisação, no entanto, continua em mais de 20 estados do país.

O anúncio de uma trégua por 15 dias foi feito na noite desta quinta pelos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Fazenda, Eduardo Guardia, da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e dos Transportes, Valter Casemiro. Um total de nove entidades assinaram o acordo, incluindo a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), que informou, no entanto, que irá levar a proposta aos motoristas. Outros três grupos não concordaram com o acordo proposto pelo governo, como a Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam) e a União Nacional dos Caminhoneiros (Unicam). O presidente da Abcam, José Lopes da Fonseca, abandonou a reunião no meio da tarde.

O governo promete atender 12 reivindicações dos caminhoneiros. Entre as principais promessas estão a eliminação da Cide, o congelamento do preço do diesel anunciado pela Petrobras por um período total de 30 dias, o reajuste dos preços do diesel apenas uma vez por mês, e a reedição periódica de uma tabela de referência para os preços dos fretes. O acordo deixou de fora, no entanto, a principal demanda dos caminhoneiros: a isenção do PIS/Cofins sobre o óleo diesel.

Em função da greve dos caminhoneiros, que já entra no quinto dia nesta sexta-feira, 25, há desabastecimento de combustível e alimentos perecíveis em várias cidades do país. Além disso, inúmeras notícias falsas começaram a circular nas redes sociais.

Fontes:
Globo Rural - Governo anuncia acordo com representantes de caminhoneiros
G1 - Greve de caminhoneiros, no 5º dia, causa reflexos pelo país
Veja - Associação de caminhoneiros abandona reunião e mantém greve

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Aureo Ramos de Souza disse:

    Agora eu não sei porque os combustíveis tem que aumentar todos os meses e estava sendo por semana. E porque não tiraram o PIS/Confins. Uma coisa eu digo os empresários tem culpa neste movimento. Outra,caminhoneiros não deve pagar pedágio quando passarem sem carga

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *