Início » Brasil » Governo anuncia aumento de impostos sobre importação do leite
NOVAS TAXAS

Governo anuncia aumento de impostos sobre importação do leite

Aumento visa compensar as perdas do setor com o fim das tarifas antidumping ao leite da Europa e da Nova Zelândia

Governo anuncia aumento de impostos sobre importação do leite
Nova medida teria como objetivo proteger o interesse dos produtores nacionais (Foto: Pixnio)

O Ministério da Agricultura anunciou um aumento de impostos na importação de leite integral, em pó e desnatado da Europa e Nova Zelândia. A informação foi divulgada na última terça-feira, 12, com o objetivo de proteger os produtores de leite, segundo afirmou o presidente Jair Bolsonaro pelas redes sociais.

Os produtores de leite se sentiram lesados após o anúncio do governo sobre a anulação das tarifas antidumping que eram cobradas sobre a importação do leite integral, desnatado e em pó da União Europeia e da Nova Zelândia. Por isso, visando a proteção dos produtores, o governo federal anunciou os novos impostos.

“Comunico aos produtores de leite que o governo, tendo à frente a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, manteve o nível de competitividade do produto com outros países. Todos ganharam, em especial os consumidores do Brasil”, escreveu o chefe de Estado.

Segundo o deputado Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar da Agricultura (FPA), o governo vai publicar, até a próxima quinta-feira, 14, o aumento da alíquota dos impostos de importação. A medida vai compensar o fim da taxa antidumping, que era praticada desde 2001. As taxas de 14,8% (Europa) e 3,9% (Nova Zelândia) protegiam os produtores nacionais a fim de garantir a estabilidade no mercado interno.

Atualmente, o imposto de importação do leite em pó tem alíquota de 28%, referente à Tarifa Externa Comum (TEC) do Mercosul. De acordo com o parlamentar Alceu Moreira, as novas taxas vão considerar o antidumping. Segundo um comunicado do Ministério da Agricultura, as novas taxas ainda não foram fixadas, mas a soma das alíquotas chega a 42.8%.

“A taxa antidumping, cobrada desde 2001, compensava o efeito da exportação do produto por preço abaixo do custo, causando prejuízos à produção local. A taxa foi suspensa num momento em que os produtores de leite brasileiros já encontram dificuldades decorrentes do fim de um acordo entre privados com a Argentina relativo à importação de leite em pó, o que aumentou a entrada do produto do país vizinho no Brasil”, explica a nota.

Ainda de acordo com o comunicado, a ministra Tereza Cristina está discutindo assuntos relativos à importação do leite com o Uruguai e Argentina. Além disso, a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) negou que os aumentos no preço do leite já estejam sendo praticados.

Fontes:
G1-Ministério diz que imposto de importação do leite da Europa e da Nova Zelândia vai aumentar

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    o jeito que as coisas andam,com certeza a vaca foi pro brejo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *