Início » Brasil » Governo discute novas concessões para aumentar caixa orçamentário
ECONOMIA

Governo discute novas concessões para aumentar caixa orçamentário

Temer avalia as concessões com sua equipe econômica e alguns ministros

Governo discute novas concessões para aumentar caixa orçamentário
A estimativa de técnicos é que estas novas concessões levantariam mais de R$ 20 bilhões (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta segunda-feira, 14, o presidente Michel Temer se reuniu com sua equipe econômica e com alguns ministros para definir um novo conjunto de concessões e privatizações. O objetivo é aumentar o caixa do Tesouro de 2018, já que o déficit orçamentário deve subir de R$ 129 bilhões para R$ 159,5 bilhões.

Participaram da reunião com Temer: o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o ministro da secretaria geral da presidência, Moreira Franco, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha e, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho.

Eles estudam a concessão dos aeroportos Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo, além da venda da participação da Infraero em aeroportos que já estão sob concessão, como Guarulhos, Brasília e Viracopos.

O ministro de Transportes, Maurício Quintella, anunciou, na semana passada, que o governo avalia leiloar 19 novos aeroportos. A estimativa de técnicos é que estas novas concessões levantariam mais de R$ 20 bilhões.

Após a reunião, o governo irá definir o que exatamente vai poder ser incluído no cálculo das receitas extraordinárias para 2018.

Entre as medidas que o governo já tomou para tentar cumprir a meta deste ano estão: aumento do tributo sobre os combustíveis e o anúncio de um programa de incentivo de demissão de servidores.

Fontes:
G1-Temer e ministros discutem novas concessões para reforçar caixa do governo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *