Início » Brasil » Governo diz que ‘pedaladas fiscais’ chegam a R$ 57 bilhões
DÍVIDA

Governo diz que ‘pedaladas fiscais’ chegam a R$ 57 bilhões

Dívidas com bancos públicos e com FGTS têm que ser quitadas até o dia 31 de dezembro

Governo diz que ‘pedaladas fiscais’ chegam a R$ 57 bilhões
Ministros da Casa Civil e da Advocacia-Geral da União entregaram ao presidente do Congresso a defesa em relação às 'pedaladas fiscais' (Fonte: Reprodução/Agência Senado)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A comissão Mista do Senado recebeu nesta quarta-feira, 4, documento do governo federal informando que a dívida com as operações financeiras conhecidas como “pedaladas fiscais” chegam a R$ 57,013 bilhões.

As dívidas com bancos públicos e com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) têm que ser quitadas até o dia 31 de dezembro.

Somente nesta quarta o Executivo federal divulgou pela primeira vez o valor exato da dívida com as “pedaladas fiscais”. Em outubro, o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, informou que havia R$ 50 bilhões em passivos com os bancos públicos até o final de 2014, mas ressaltou que teria uma “atualização” dos valores, que incluiria juros incidentes nestas operações e novas “obrigações” neste ano.

As chamadas “pedaladas fiscais” foram o nome atribuído à prática da União de atrasar os repasses para bancos e autarquias do dinheiro de benefícios sociais e previdenciários. Com isso, instituições financeiras tiveram que usar recursos próprios para honrar estes compromissos, em uma espécie de “empréstimo” ao governo. Tal prática é, no entanto, vedada pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

O governo federal também informou nesta quarta o valor da dívida por instituição: BNDES (R$ 22,438 bilhões), FGTS (R$ 20,737 bilhões), Banco do Brasil (R$ 12,329 bilhões) e Caixa Econômica Federal (R$ 1,509 bilhão). Os valores já incluem os juros devidos.

Fontes:
G1 - Governo diz ao Congresso que dívida com 'pedaladas fiscais' soma R$ 57 bi

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *