Início » Brasil » Governo estuda a volta da CPMF
Contas no vermelho

Governo estuda a volta da CPMF

Imposto, extinto em 2007, poder ser retomado para ajudar a fechar as contas do governo em 2016

Com dificuldades para arrecadar verba para fechar o Orçamento de 2016 com superávit, o governo estuda ressuscitar Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF). O imposto foi extinto em 2007, durante o governo Lula.

Membros da equipe econômica do governo afirmam que a volta do tributo será indispensável para tirar as contas do governo do déficit, se as medidas de corte de despesas não garantirem a economia de R$ 43.834 bilhões, que representa a meta de 0,7% de superávit primário (economia que o governo faz para pagar juros da dívida pública).

“A CPMF é um tributo muito eficiente, tanto do ponto de vista arrecadatório, quanto do ponto de vista de fiscalização”, disse ao Globo, um membro da equipe econômica que não quis se identificar.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para o retorno da CPMF será encaminhada ao Congresso na próxima segunda-feira, 31. Se a ela for rejeitada, a equipe de Joaquim Levy afirma que será necessário um forte aumento de impostos.

Fontes:
O Globo-Governo estuda recriar a CPMF e dividir com estados

2 Opiniões

  1. ney disse:

    O FHC + o LULA e agora a DILMA que arruinaram nosso pais. fora sistema falido de administração publica.

  2. jayme endebo disse:

    Muito fácil administrar o Brasil, rouba-se bastante, destrói sua economia e depois manda a conta pros otários – contribuintes e consumidores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *