Início » Brasil » Governo federal apoia internação à força de usuários de drogas
Medida polêmica

Governo federal apoia internação à força de usuários de drogas

Ministra diz que governo quer dar uma resposta à sociedade quanto ao 'grave problema' das drogas

Governo federal apoia internação à força de usuários de drogas
Manifestação contra a internação à força de dependentes químicos (Fonte: Reprodução/Futura Press)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O governo federal decidiu apoiar a internação compulsória de viciados em drogas. De acordo com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o governo quer dar uma resposta à sociedade quanto ao “grave problema” das drogas.

Leia também: Rio começa internação compulsória de viciados em crack
Leia também: São Paulo começa internação compulsória de viciados em crack
Leia também: Internação compulsória: você é contra ou a favor?

A medida está incluída no projeto do deputado Osmar Terra (PMDB-RS), que deve ser votado no próximo dia 8. Caso seja aprovada, a internação compulsória será autorizada após um pedido da família do usuário de drogas e do aval de um médico. A internação também poderá ser solicitada por um agente público no caso de ausência absoluta de um familiar.

O deputado Osmar Terra ressalta que a internação compulsória só poderá ser feita em ambiente hospitalar e pelo período de 15 dias a seis meses.

Ainda de acordo com o parlamentar, o governo federal pediu que fosse incluído no texto do projeto que todos os postos de saúde do país sejam obrigados a fazer o atendimento do paciente e a encaminhar a internação. Além disso, o Ministério Público terá que ser informado em até 72 horas sobre a internação do dependente químico.

A internação compulsória gera muita polêmica e é criticada por alguns setores da sociedade.

Fontes:
Uol - Planalto apoia internação à força de viciado em drogas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    Os que são contra a internação compulsória é porque não tem dentro de casa um viciado em crack, maconha, lsd, eroina e outros, é lamentável como vemos por todo esse Brasil através das redes televisivas os amontoados de jovens dependentes desta droga maldita e mães pedindo para que prendam seus filhos pois não aguentam mais o sofrimento. Em que época já se viu uma mãe pedir a prisão do filho porque era ele um simples ladrão. Hoje é diferente os jovens são ladrões e viciados e comandam um sistema. Prisão compulsória e maior idade para 15 anos é o que precisamos.

  2. Van disse:

    Com relação as drogas faço minhas as palavras de Áureo Ramos, a internação é a única esperança de uma familia ver seu ente querido recuperado. Isso não quer dizer que todos serão recuperados, devido a internação compulsória, mas existe grandes possibilidades de recuperação para muitos jovens, e as vezes nem tão jovens. Além disso,um recuperado, recupera-se cinco ou dez pois, a familia que tem um viciado em casa não vive, o sofrimento acomete a todos. É uma medida certíssima do governo, dar uma alternativa de esperança a muitas e muitas familias que estão completamente perdidas ante essas malditas drogas.
    Sou completamente a favor sem nenhuma restrição, a internação compulsória.

  3. geracina disse:

    SO QUEM TEM UM DEPENDENTE QUIMICO NA FAMILIA SABE QUE A INTERNAÇAO FORÇADA E NESCESSARIO E MAIS TEM QUE FICAR PRESSO POR NO MINIMO UM ANO PARA DEIXAR A DROGA.

  4. jackson disse:

    EU SOU TOTALMENTE A FAVOR DA INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA POR QUE A FAMÍLIA QUE TEM UM USUÁRIO DE DROGAS NÃO VIVE, POR QUE O USUÁRIO NÃO QUER SE AFUNDAR SOZINHO AI ACABA COM A VIDA DE TODOS QUE ESTÃO AO SEU REDOR

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *