Início » Brasil » Governo poderia ajudar a reduzir testes com animais
Pesquisas polêmicas

Governo poderia ajudar a reduzir testes com animais

Brasil ainda não tem órgão para validar métodos alternativos

Governo poderia ajudar a reduzir testes com animais
Beagle resgatado por ativistas no laboratório de pesquisas do Instituto Royal (Fonte: Reprodução)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Embora proíba o uso de animais em pesquisas quando há outros meios para substitui-los, o Brasil ainda não tem um órgão para validar esses métodos alternativos.

Os ativistas dizem que essa falha permite irregularidades. O governo, por sua vez, garante que o órgão está em fase de criação.

Na última sexta-feira, 18, ativistas invadiram o laboratório de pesquisas do Instituto Royal em São Roque, no interior de São Paulo, e resgataram vários cães da raça Beagle.

O instituto diz que os experimentos com os Beagles são autorizados. A Lei nº 11.794, chamada Lei Arouca, prevê que há crime no uso de animais quando existe outro método possível. Ativistas argumentam, no entanto, que o governo não tem um controle de que métodos alternativos deveriam ser utilizados pelas instituições, uma vez que não existe um órgão regulador.

O governo afirmou que “esse órgão está sendo implementado no âmbito do ministério [da Ciência e Tecnologia]. Ele vai validar os métodos no Brasil e os que estão sendo realizados no Brasil. Está sendo formado há cerca de um ano”.

Foi criada em 2012 uma entidade para pesquisar e validar os métodos alternativos, o Centro Brasileiro de Validação de Métodos Alternativos (BraCVAM). A entidade, no entanto, ainda não obriga os laboratórios a substituírem as práticas.

Fontes:
G1 - Brasil ainda não valida pesquisas alternativas ao uso de animais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. ADRIANO TOLEDO disse:

    Estamos no século XXI. Não se justifica mais modelos obsoletos de experimentação, onde nossa consciência em relação aos animais estava anestesiada.

  2. Dorival Silva disse:

    O colega ADRIANO TOLEDO está equivocado. Sem experimentos com animais seria impossível criar UMA SÓ vacina. Queremos voltar a morrer de poliomielite? Vamos parar com pesquisas de vacina contra varíola? Eu só respeitaria uma pessoa com esse tipo de opinião se fosse vegetariana. Se come carne de animais, não se justifica esse moralismo infantil a respeito de pesquisa científica.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *