Início » Brasil » Governo Temer tem aprovação de 5% dos brasileiros
PESQUISA IBOPE

Governo Temer tem aprovação de 5% dos brasileiros

Segundo pesquisa, gestão Temer é aprovada por 5% dos brasileiros e reprovada por 72%. Resultados comprometem os planos de reeleição do presidente

Governo Temer tem aprovação de 5% dos brasileiros
Para 55% dos brasileiros a gestão Dilma era melhor que a de Temer (Foto: Flickr/Michel Temer)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Apenas 5% dos brasileiros consideram o governo de Michel Temer “bom” ou “ótimo”. Em contraponto, 72% consideram a gestão do presidente “ruim” ou “péssima”. Os dados são de uma pesquisa do Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quinta-feira, 5.

Ao todo, os pesquisadores ouviram 2 mil pessoas, em 126 diferentes municípios, entre os dias 22 e 25 de março. Além da aprovação e reprovação, 21% dos brasileiros consideram o governo Temer “regular”, enquanto 2% não souberam opinar ou não responderam. O índice de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Se comparado com a última pesquisa, feita em dezembro de 2017, o índice de aprovação de Temer caiu. Isso porque, na época, 6% consideravam o governo “bom” ou “ótimo”, um ponto percentual acima dos 5% registados na pesquisa atual.

O estudo também avaliou a forma de governar do presidente Temer. No quesito, apenas 9% aprovam a atuação do presidente, enquanto 87% rejeitaram. Já no quesito Segurança Pública, 14% aprovam as medidas do presidente e 84% reprovam.

No Combate ao Desemprego e na Taxa de Juros os índices negativos são os mais altos – quando medido por área. Isso porque 85% dos brasileiros desaprovam as ações de Temer nesses quesitos. Enquanto isso, apenas 10% e 13% são a favor das medidas adotadas na Taxa de Juros e Combate ao Desemprego, respectivamente.

No quesito Saúde, o governo Temer registrou a sua aprovação mais alta, com 87% da população sendo a favor das medidas adotadas, e apenas 12% contra. Porém, o presidente não conquistou a mesma simpatia dos brasileiros no quesito Educação, já que 80% desaprovam as ações do chefe de Estado e 18% aprovam.

Se comparado com o governo de Dilma Rousseff, Temer também não conta com a confiança dos eleitores: apenas 10% consideram o atual presidente melhor do que a sua antecessora. Enquanto isso, 33% da população estima que as duas gestões estão no mesmo patamar, e 55% dos brasileiros acreditam que a gestão de Dilma era melhor que de Temer.

Planos de reeleição em xeque

Os resultados da pesquisa comprometem os planos do presidente, que esperava impulsionar sua popularidade para se lançar à reeleição este ano. No entanto, o partido de Temer, o MDB (antigo PMDB), conta com um plano B. A ideia é lançar Henrique Meirelles na disputa como candidato ao Planalto ou como vice na chapa de Temer.

No entanto, o plano B do partido também está ameaçado. Isso porque, segundo informou o jornal Folha de S. Paulo, Meirelles decidiu repensar sua candidatura pelo partido. O motivo foi o tratamento dado ao ministro no evento de filiação ao MDB, ocorrido na última terça-feira, 3. Meirelles não gostou de ser colocado em segundo plano no evento, que teve como protagonista o presidente, tanto nas fotos quanto no jingle “M de Michel, M de Meirelles, M de MDB”.

Para o ministro, o tratamento descumpre o acordo firmado para que ele concordasse em se filiar ao MDB e concorrer pela legenda nas eleições. Embora Meirelles tenha consciência de que a preferência do partido é a candidatura de Temer, o acordo previa que, pelo menos neste momento, os dois seriam tratados em condição de igualdade.

Meirelles, que antes havia dito que pretendia deixar a Fazenda “o quanto antes”, agora, votou a trás e na última quarta-feira, 4, anunciou em sua conta no Twitter que somente na próxima sexta-feira, 6, anunciará sua decisão sobre sair ou não da Fazenda.

 

Leia também: Cerco policial mina pretensões eleitorais de Temer
Leia também: Temer quer permitir até 40% do Ensino Médio a distância

Fontes:
G1-Governo Temer é aprovado por 5% e reprovado por 72%, diz Ibope
Valor Econômico-Para 5% da população, governo Temer é ótimo ou bom, diz CNI/Ibope

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ana Lúcia Krause disse:

    Meirelles representa a política de resultados, não pode ser deixado em segundo plano.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *