Início » Brasil » Brasil precisa de R$ 76 bi ao ano para zerar déficit habitacional até 2024
falta de moradias

Brasil precisa de R$ 76 bi ao ano para zerar déficit habitacional até 2024

Levantamento da Fundação Getúlio Vargas aponta que, para acabar com o déficit habitacional, governo terá de investir R$ 760 bilhões até 2024, o equivalente a R$ 76 bilhões por ano

Brasil precisa de R$ 76 bi ao ano para zerar déficit habitacional até 2024
Em 2012, o déficit habitacional do Brasil estava estimado em 5,2 milhões de lares (Reprodução/G1)

Um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que para cobrir o déficit habitacional do país, o governo terá de investir R$ 760 bilhões até 2024, o que equivale a R$ 76 bilhões por ano.

Leia mais: Preço dos imóveis no Brasil é tão surreal quanto a taxa de famílias sem moradia
Leia mais: Déficit habitacional deve ganhar destaque na campanha eleitoral

De acordo com a FGV, o valor seria capaz de atender, por ano, cerca de 1 milhão de famílias que se encontram em estado de necessidade. O levantamento da FGV considerou os dados mais atuais da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad). Feita em 2013, a pesquisa revelou a existência de 68,4 milhões de famílias no Brasil.

A estimativa é que até 2024, sejam formadas mais 16,4 milhões de famílias, das quais 10 milhões serão da faixa mais dependente das políticas de habitação popular.

O déficit habitacional considera desde famílias que moram em condições precárias até famílias que gastam parte considerável de seus rendimentos para financiar ou adquirir um imóvel. Em 2012, o déficit habitacional do Brasil estava estimado em 5,2 milhões de lares, número previsto para chegar a 20 milhões até 2024.

Nos últimos cinco anos, o programa Minha Casa Minha Vida reduziu em 8% o déficit habitacional do país, mas ainda não conseguiu cessar o crescente número de famílias em condições carentes.

Fontes:
Valor-FGV: Brasil precisa de R$ 76 bi ao ano para zerar déficit habitacional

1 Opinião

  1. Samuel Reis disse:

    Enquanto nos ocupamos em falar de déficit habitacional existem centenas, milhares de imóveis “ociosos” Brasil afora. O que representa uma ofensa ao bom senso, especialmente daqueles que tem apreço pelo social, uma vez que grande parte desses imóveis, os quais poderiam sem qualquer dúvida amenizar o problema habitacional, estão nas mãos de especuladores imobiliários. A moradia é direito do cidadão, principalmente o trabalhador que involuntariamente contribui para o enriquecimento desses mesmos especuladores. Quanto ganha um operário da construção civil e quantos deles possui um teto próprio para morar ? É uma realidade imposta a todo cidadão por esse nefasto modelo especulatório.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *