Início » Brasil » Guedes anuncia privatização dos Correios
ESTATAL

Guedes anuncia privatização dos Correios

Ministro da Economia diz que Correios faz parte da lista das 17 estatais que serão privatizadas ainda em 2019

Guedes anuncia privatização dos Correios
'Elevado índice de extravio' é apontado como um exemplo de ineficiência (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 20, que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos faz parte da lista das 17 estatais que serão privatizadas ainda em 2019.

De acordo com Guedes, o anúncio da privatização dos Correios será feito nesta quarta-feira, 21.

Entre os motivos para a privatização dos Correios estão, segundo o Ministério da Economia, corrupção, interferências políticas na gestão da empresa, ineficiência, greves constantes e perda de mercado para empresas privadas que entregam mercadorias vendidas pela internet.

O “elevado índice de extravio” é apontado como um exemplo de ineficiência. O Ministério da Economia também destaca, segundo estudos, o rombo de R$ 11 bilhões no Postalis, o fundo de pensão dos funcionários, e o rombo de R$ 3,9 bilhões no Postal Saúde, o plano que atende aos funcionários.

O STF decidiu, em junho, que o governo federal não tem autorização para vender estatais sem aval do Congresso e sem licitação no caso de perda de controle acionário.

Fontes:
G1 - Governo anuncia privatização dos Correios nesta quarta

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Adilson Cordeiro da Rocha disse:

    Ja passou da hora de tirat o monopólio dos correios. Milhares de pessoas reclamam de atrazos no pagamento de contas por conta dos atrazos das entregas.

  2. Roberto Henry Ebelt disse:

    Antes precisamos eliminar a quarta instância da inJustiça Brasileira, mais conhecida com STF.

  3. Rogerio de Oliveira Faria disse:

    Com a falta de arrecadação devido a recessão, o negócio é vender todos os ativos brasileiros para “tapar o rombo.”.
    A pergunta é: e quando não tiver mais nada para vender, como é que vai ser???

  4. Luiz Fernando Goncalves Pacheco disse:

    Tudo o que NÃO for SAÚDE, SEGURANÇA E EDUCAÇÃO, tem que sair da administração pública, para evitar o aparelhamento político.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *