Início » Brasil » Halloween do MP
COLUNA ESPLANADA

Halloween do MP

Procuradores do Rio vivem seu dia de caça às bruxas. Sucessão de trapalhadas deixa a cúpula do Judiciário cautelosa em relação à FT que apura morte de Marielle

Halloween do MP
Sucessão de trapalhadas deixa cúpula do Judiciário mais cautelosa em relação à força tarefa que investiga a morte de Marielle Franco (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os procuradores estaduais no Rio de Janeiro vivem seu dia de caça às bruxas. A sucessão de trapalhadas agora deixa a cúpula do Judiciário mais cautelosa em relação à força tarefa que investiga a morte da vereadora Marielle Franco. A reviravolta sobre o depoimento do porteiro do condomínio onde mora o presidente Jair Bolsonaro, na Barra da Tijuca – que, segundo a chefe da investigação, teria se enganado ou mentido – colocou a turma numa situação delicada. Além disso, faltou explicar como o inquérito sigiloso, sob tutela do MP, vazou para a TV Globo. Para piorar, sem apurar os áudios que supostamente complicaram Bolsonaro, houve consulta dos procuradores ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, para possibilidade de investigar o presidente da República – enquanto o trâmite seria através da Procuradoria Geral da República. 

Bola rolando

Já a turma do MP Federal no Rio escanteia, até hoje, inquérito enviado pela ex-PGR Raquel Dodge sobre suposto pagamento de propinas da TV Globo a dirigentes da FIFA.

Detalhe…

… a emissora correu e demitiu os diretores que teriam se envolvido no suposto esquema.

Quem é o mentor?

A pergunta que se repete desde ontem nos meandros do Judiciário é por que um humilde porteiro enfrentaria, sozinho, a ira do ex-patrão e atual presidente do Brasil? 

Óleo & preju

Deputados apresentaram e ainda aguardam respostas da presidência da Câmara e do Governo sobre pedidos relacionados ao desastre ambiental no litoral do Nordeste. Um deles, do deputado João Daniel (PT-SE), solicita que seja estabelecido um pagamento extraordinário aos pescadores artesanais enquanto durarem os serviços de limpeza na costa nordestina. Os prejuízos nos comércios locais já são significativos. 

Seguro defeso 2.0

A ajuda, segundo o pedido do deputado, seria no valor de um salário mínimo, nos moldes do seguro defeso: “Esse acidente grave, de grandes proporções, causou um prejuízo enorme ao meio ambiente e à economia dos estados afetados”.

Fauna oleada 

Dados de ONGs e entidades sobre o impacto das manchas de óleo divergem das informações divulgadas pelo Ibama. O levantamento mais recente do órgão sobre a fauna afetada, por exemplo, registra 18 tartarugas marinhas com óbito. ONGs que atuam no litoral nordestino já contabilizaram 25 tartarugas mortas. 

Alô, alô!

Nove operadoras de telefonia encaminharam à Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral  informações sobre os números de linhas de quatro empresas e de seus sócios apontados como responsáveis pelo disparo de mensagens em massa pelo Whatsapp nas eleições do ano passado. 

Off line

O pedido do TSE foi feito no âmbito da ação apresentada pelo PDT e Avante que pede a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro e do vice Hamilton Mourão. Nextel, Sercomtel, Datora e Terapar informaram que não foram encontradas linhas em nome das empresas supostamente contratadas por apoiadores da campanha de Bolsonaro.

Indústria cresce

A utilização da capacidade de operação da indústria da construção foi de 62% em setembro, o maior nível desde dezembro de 2014. O dado constata que a ociosidade no setor é a menor dos últimos cinco anos.  O indicador alcançou a média histórica pela primeira vez em quase cinco anos, conforme pesquisa da CNI.

Mas…

… A elevada carga tributária, a falta de demanda e o excesso de burocracia lideram a lista dos principais obstáculos enfrentados pela indústria da construção no terceiro trimestre deste ano.

Assalto oficial

Senadores da Comissão de Infraestrutura querem explicações do Ministério de Minas e Energia, Aneel e Operador Nacional do Sistema Elétrico sobre a consulta pública para alterar as regras sobre a energia solar que o consumidor gera a mais ao longo do dia e joga na rede da distribuidora de energia. 

Policiais unidos

Enquanto os delegados questionam a interface na investigação, a Federação Nacional dos Policiais Federais reforça que “não vê qualquer problema na decisão do Ministério da Justiça e Segurança Pública que autoriza a Polícia Rodoviária Federal a participar de ações conjuntas com o MP, a Receita e outros órgãos”.

ESPLANADEIRA

# A 26º edição do Aniversário Guanabara , no Rio de Janeiro, em apenas 10 dias vendeu 51,3% mais latas de cerveja na comparação com o ano passado, ultrapassando a marca de 15 milhões de unidades. 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dinarte da Costa Passos disse:

    A imprensa sempre noticiou assuntos relacionados a processo que envolve políticos e ninguém falou nada. Agora por que querem proteger o Bozo e seus rebentos está havendo uma choradeira danada para que não se noticie processos. Processos são públicos, quando se refere a políticos seja do qual partido for tem que ser noticiados.

    Deixe que o Bozo ameace tudo mundo com corte nas verbas para imprensa, que ameace com AI o que quiser. Ele está perdendo força, sua corja de quadrilheiros fascistas estão desaparecendo. O Bozo vai terminar sozinho como terminou Saddam Hussein e Khaddafi, somente apoiado de sues rebentos que serão todos extirpados da vida nacional.

  2. Leonora Hermes Luz disse:

    Espero que a opinião de vocês esteja certa e que ele seja de fato afastado com seu clã de milicianos e ministros psicóticos antes de vender de vez tudo que é da União.
    Mas o número de abduzidos pelos templos evangélicos é descomunal agora. Um imenso contingente de pessoas ignorantes que se alinham docemente aos valores fascistas e aos regimes totalitários.
    É tudo muito incerto e angustiante.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *