Início » Brasil » Ho! Ho! Ho!
GRITA BRASIL

Ho! Ho! Ho!

Confesso que não gosto muito desses últimos dias que antecedem o fim de ano

Ho! Ho! Ho!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pois então, chegou o Natal e com ele a contagem regressiva para o fim de ano e para o começo de um novo ano. E aí?

Confesso que não gosto muito desses últimos dias que antecedem o fim de ano. É muita comida, muita confraternização, engarrafamento nas escadas rolantes dos shoppings, esbarrões, sacholadas, engarrafamentos para chegar nos shoppings, para sair dos shoppings, para circular em certas lojas. Tudo um horror. 

Fora e sem esquecer da musiquinha “Já é Natal na Leader Magazine” que confesso esse ano – Graças a Deus – ouvi uma vez.

Esse ano não fiz listinha para o Papi Noel. Achei que o que eu iria pedir ia ser tão inusitado, tão improvável e tão ilusório quanto a cena dele descendo pela chaminé da casa que não tenho trazendo todos os presentes que pedi. 

Mas digamos que eu tivesse feito a minha listinha, o bom velhinho provavelmente teria pedido para algum duende estagiário responder por WhatsApp que eu fosse em alguma igreja e que rezasse forte para que algum Santo me escutasse. Que ele Papi Noel iria me mandar de consolo o livro “Quem sabe um dia”.

Mas mesmo achando surreal na minha idade parar e ainda escrever uma listinha para ele, eu o fiz. Numa pausa do Netflix para ir ao banheiro e dar um pulo na cozinha para reforçar a pipoca e o refri, rascunhei alguns pedidos. Alguns itens eu num outro intervalo Netflix até descartei para ver se ajudava Papi Noel. 

Um emprego com um bom salário — meu sonho é largar a Uber –, um presidente mais presente e atuante, políticos mais sérios e atuantes, menos discursos demagogos, Saúde, Educação, um prefeito sóbrio, por muitas vezes cheguei a pensar que Crivella no nosso caso aqui no Rio de Janeiro está sempre de porre, pois ele só faz m****, ruas menos esburacadas, que no meu caso ajudaria muito, já que o primeiro pedido tá mais difícil ainda e esse ia atenuar e me ajudar no “trabalho” que tenho agora que é dirigir pela Uber, uma cidade com menos trânsito, que o governo fizesse por onde para dar um empurrão no crescimento do país, que pagássemos menos impostos e que o dinheiro que já pagamos em impostos fosse revertido para nós mesmos.

Quando no segundo intervalo e já indo para o terceiro – folguei esse domingo gente, só trabalho não dá – vi que tinha riscado tudo que iria pedir, tentei pensar em algo mais fácil. E rascunhei de novo. Mas…

Queria que esses últimos dias do ano fossem de uma fartura de movimento na Uber para mim para que eu conseguisse tirar 1 semana de férias depois de 3,5 anos dirigindo. Ganhar a mega da virada, uma bicicleta elétrica – esse é fácil, Papi – ter muita saúde para enfrentar de frente 2020, que meu plano de saúde parasse de aumentar tão absurdamente, que o verão não fosse tão cruel de calor, que abrisse a Av. Niemayer – só quem mora no Rio sabe o transtorno que está sendo com ela fechada, campanhas mais fortes sobre jogar lixo no chão, que aumentassem os impostos sobre o cigarro e baixasse o da gasolina – seria pedir muito isso? – que a ideia de Bolsonaro em aumentar os pontos na carteira de motorista fosse acatado ou que a Guarda Municipal fosse mais honesta em aplicar multas, que a burocracia diminuísse mais ainda, que o setor de serviços no Rio de Janeiro se espelhasse em São Paulo – e olha que é um carioca dizendo isso. Alguns desses pedidos acima relutei em riscar, mas EU ACREDITO.

Muito clichê pedir políticos mais honestos, políticos que realmente se importassem com o povo, isso caberia riscar, ou melhor, passar liquid papper, mas vai quê?

Você, leitor, teria alguma coisa para adicionar à minha lista? Ideias podem ser enviadas nos comentários.

Feliz Natal. E boa sorte na sua listinha. 

Tomara que você tenha mais sorte nos seus desejos. 

Mas se ainda der tempo, queria uma máquina de fazer gelo. 

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. jane vargas disse:

    Procuro salvar tartarugas-marinhas (TAMAR Ubatuba e Praia do Forte são lares de Sarah, Sofia e Luigi, em homenagem às filhas e ao neto). Procuro salvar tartarugas-marinhas do Atlântico Norte, no Oceanário de Lisboa, mesmos nomes. Em Durban, África do Sul, alguns tubarões que se aproximam muito da praia, são levados para longe e eu ajudo. Morsinhas do aquário de Monterey (Califórnia), além de fofas, são irmãs adotivas desses outros aí. Substituem as baleias?
    Não jogo lixo no chão.
    Não tenho o que pedir, só agradecer por tantos anos de companhia. Estes rompimentos acabam comigo, sinto-me sem ter a quem recorrer. Que todos sejam felizes e que estejam tranquilos em suas decisões. Bom 2020 … Alguém há de salvar as baleias.

  2. carlos alberto martins disse:

    caro CLAUDIO.você está pedindo ao personagem errado.sómente DEUS poderá atende-lo.mais considerando que ELE já está de saco cheio com os brasileiros,duvido que irá ajudar em alguma coisa.mais desejo um grande abraço em seu coração como agradecimento pelo seu trabalho no ON.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *