Início » Brasil » HSBC confirma que estuda encerrar atividades no Brasil
Negócios

HSBC confirma que estuda encerrar atividades no Brasil

No ano passado, a filial brasileira teve um prejuízo de US$ 247 milhões, o maior entre as filiais latino-americanas

HSBC confirma que estuda encerrar atividades no Brasil
HSBC está no Brasil desde 1997, quando comprou o banco paranaense Bamerindus (Foto: Wikipedia)

O banco britânico HSBC está estudando encerrar em até dois anos suas atividades no Brasil. A notícia foi confirmada pelo presidente da instituição no Brasil, André Guilherme Brandão.

Em um encontro com o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, na última quarta-feira, 27, Brandão disse que está tentando convencer a instituição a não vender os ativos no Brasil. “Ele me disse que há uma decisão de reposicionamento mundial do banco, não é algo específico com o Brasil. Eles acreditam que o país é um mercado muito importante. Este é o argumento que tem sido usado pela equipe brasileira para o banco continuar aqui”, disse Fruet, em entrevista ao site Congresso em Foco.

Pivô do escândalo de evasão de divisas e sonegação fiscal conhecido como Swissleaks, o HSBC está tentando cortar custos. O principal alvo são as filiais em países emergentes, que não têm dado o lucro esperado.

No caso do Brasil a situação é ainda mais crítica. No ano passado, a filial brasileira teve um prejuízo de US$ 247 milhões, o maior entre as filiais latino-americanas. Caso a decisão de encerrar as atividades seja tomada, levará cerca de dois anos para ser concluída. “Uma operação dessa natureza não se concretiza em menos de um ou dois anos. Isso dá tempo para avançarmos nas conversas”, disse Fruet.

O HSBC está no Brasil desde 1997, quando comprou o banco paranaense Bamerindus. Ele tem 850 agências no país, que empregam 21 mil funcionários, sendo 7,5 mil só em Curitiba. Fruet afirmou que está apreensivo com a possível saída do banco do país. Somente no ano passado, o banco rendeu aos cofres da cidade R$ 85 milhões em Imposto sobre Serviços (ISS). O valor equivale a 8% ISS arrecadado pelo município naquele ano.

Fontes:
Congresso em foco-HSBC confirma possibilidade de deixar o Brasil em até dois anos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *