Início » Brasil » Empresas de alimentos descumprem acordo de redução de sódio, diz Idec
Tabela nutricional

Empresas de alimentos descumprem acordo de redução de sódio, diz Idec

Dos 291 produtos analisados pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, 32 não cumprem as metas para diminuir a quantidade de sódio nos produtos

Empresas de alimentos descumprem acordo de redução de sódio, diz Idec
O brasileiro chega a consumir até 12g de sódio por dia (Reprodução/O Globo)

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) revelou que fabricantes de alimentos estão descumprindo o acordo para redução de sódio firmado com o governo em 2011.

Leia mais: Produtos têm teor de sódio diferente do anunciado no rótulo

Dos 291 produtos avaliados, 32 (11% do total), têm mais sódio do que o limite estabelecido. São eles: massas instantâneas, pães de forma, bolos, biscoitos e temperos.

Dentre as marcas contempladas na pesquisa estão Adria, Nissin, Renata, Vigor, Jabal Sanin, Nutrella, Pullman, Mabel, Marilan, Parmalat, Piraquê, Nestlé, Bauducco, Pringles, Qualitá, Hikari, Sabor Ami, Maggi, Arisco, Kitano, Sazon, Knorr, entre outras.

Em muitos casos, a diferença entre o valor determinado e o presente no item supera os 80%, como nos biscoitos da marca Mabel e da famosa batata Pringles.

O Plano Nacional para Redução do Consumo de Sal foi estabelecido pelo Ministério da Saúde em 2011 e prevê a redução voluntária de níveis de sódio nos  alimentos comercializados em restaurantes e supermercados. O acordo foi firmado com as Associações Brasileiras das Indústrias de Alimentos (Abia), de Massas Alimentícias (Abima), de Trigo (Abitrigo) e de Panificação e Confeitaria (Abip).

“Embora os acordos não sejam obrigatórios, a expectativa do Idec era de que todos os produtos tivessem atingido as metas estabelecidas, já que são brandas, muito próximas à quantidade já presente da substância nesses alimentos”, analisa Ana Paula Bortoletto, nutricionista do Idec.

Ainda segundo Ana Paula, a adesão voluntária à medida dificulta o emprego de punições às empresas que o descumprem.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a ingestão de 2g de sódio por dia. Porém, o consumo do brasileiro chega a até 12g diárias.

Se consumido em excesso, o sódio “sobrecarrega as funções do sistema circulatório, causando problemas renais e cardiovasculares”, alerta a nutricionista.

Fontes:
O Globo-Indústria de alimentos descumpre acordo de redução de sódio, mostra teste do Idec

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *