Início » Brasil » Índio ‘querer algema’
Coluna Esplanada

Índio ‘querer algema’

Polícia Federal descobriu há poucos meses e investiga um esquemão envolvendo a extração ilegal de madeira em reservas indígenas no Norte do país

Índio ‘querer algema’
PF começou a rastrear os caminhões (Fonte: Reprodução/TVCA)

A Polícia Federal no Norte do País descobriu há poucos meses e investiga um esquemão envolvendo a extração ilegal de madeira em reservas indígenas. Os madeireiros criminosos desviavam a atenção das autoridades do meio ambiente e Ibama solicitando certificações para manejo sustentável em áreas lucrativas, mas as deixavam intactas como garantia de ‘madeiras de commodities’. Enquanto isso, pagavam a índios de várias etnias para extrair a madeira ilegalmente sem custos tributários em suas reservas.

Via satélite

A PF analisou por meses, via satélite, as fotos das áreas de exploração certificadas. Como nenhuma folha mudava de lugar, começaram a rastrear os caminhões.

Rota

Descobriram também que a madeira sai do Brasil, é ‘esquentada’ com notas no Peru, volta pelo rio Solimões e embarca em navios da Guiana e Venezuela para a Europa.

Madeeeeeiiiira neles!

Os delegados já estouraram parte do esquema, mas vem operação gigante na região.

No-show

Circula uma bomba explodida sem barulho no setor aéreo estatal. O Departamento de Controle de Empresas Estatais (DEST) da União reprovou a reestruturação em andamento da Infraero, e determinou que a empresa siga o formato proposto em estudo de Vicente Falconi, contratado por alguns milhões de reais pela estatal para ‘enxugá-la’.

Tradição e modernidade
 
O ensino, a vocação, o mercado de trabalho, entre outras questões ligadas à carreira de quem escolhe a área jurídica, serão debatidos hoje no 1º Encontro das Escolas de Direito do Estado do Rio de Janeiro no Instituto dos Advogados Brasileiros.

História do Direito

O idealizador do seminário é Aurélio Wander, conselheiro do IAB: ‘o objetivo é resgatar a história e a importância dos cursos de Direito no país, que foram criados em 1827 por Dom Pedro I, e sempre influenciaram gerações de políticos, empresários’.

JDinheiro

Uma dúvida assola quem paga imposto em dia. Será que a JD, do reincidente José Dirceu, declarou ao IR os R$ 4,5 milhões de ‘consultoria’ prestada a empreiteiras?

Solução para Lula

A disposição do PT em não defender José Dirceu novamente é vê-lo ser acusado de controlar o Petrolão, a exemplo do Mensalão. Agora, com provas muito mais evidentes.

Apps x mercado tradicional

A pauta é urgente para os empresários brasileiros. As Câmaras de Diretores Lojistas e associações comerciais têm sido procuradas para debaterem como os aplicativos de smartphones estão mudando o mercado tradicional e seu conceito e feito muita gente perder dinheiro — ou se reinventar.

Vilões ou inovações?

Os empresários citam em especial três ‘Apps’: Uber, de serviço de motorista executivo, que tem irritado os taxistas; o Airbnb, de aluguel de casas e apartamentos, que faz a indústria hoteleira ser preterida; e o Whatsapp, de bate papo gratuito e troca de arquivos, que entrou na mira das operadoras de telefonia.

Presos no parque

A Funap, Fundação de Apoio ao Preso no Distrito Federal, vai fechar com o Ibama a cessão de apenados para trabalharem na manutenção de parques federais em Brasília, a fim de reduzir as penas.

No ar, no chão

Nao é apenas na Anac que senador tenta emplacar afilhado político (ex-estagiário do órgão, o genro de Eunício Oliveira foi indicado para diretor). A novela se repete na ANTT, por onde circulam emissários de outros senadores de olhos nas fiscalizações das concessões de rodovias.

COP à mesa

A ministra Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, fecha com a presidente Dilma em agosto a proposta do Brasil para a COP21 de Paris.

Ponto Final

O desagravo à presidente Dilma ontem no Maranhão é só o primeiro de uma série nas viagens que fará pelo País, estratégia do marqueteiro João Santana.
 
Com Equipe DF, SP e Nordeste

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *