Início » Brasil » Indústrias podem perder R$ 3,3 bilhões em incentivos fiscais
FIM DO BENEFÍCIO

Indústrias podem perder R$ 3,3 bilhões em incentivos fiscais

Por orientação do Ministério da Fazenda, não serão renovados os programas de renúncia fiscal cuja validade expira até 2018

Indústrias podem perder R$ 3,3 bilhões em incentivos fiscais
Medida é um esforço da Fazenda para reequilibrar as contas públicas (Foto: EBC)

Este ano, o setor automotivo, de construção civil, de fertilizantes e audiovisual podem perder incentivos fiscais que somam R$ 3,3 bilhões. Por orientação do Ministério da Fazenda, não serão renovados os programas que garantem esses benefícios, cuja validade expira até 2018.

A medida é tomada em meio aos esforços da Fazenda para reequilibrar as contas públicas. A equipe econômica do governo Temer considera que esses programas são ineficientes em termos de geração de emprego e investimentos e, em meio à crise econômica, se tornaram dispensáveis.

Um dos programas que não será renovado é o Inovar-Auto, que expira este ano. Ele prevê uma renúncia fiscal de R$ 1,2 bilhão para o setor automotivo. Outro que perde a validade este ano é o Reif, que beneficia o setor de produção de fertilizantes. Com o fim do programa, os cofres públicos vão deixar de perder R$ 255 milhões por ano.

Para o economista Isaias Coelho, diretor do Centro de Cidadania Fiscal, o fim da política de isenções é acertado. “Em um momento de controle de gastos, é melhor que esses benefícios sejam retirados do que aumentar impostos.”, disse ele, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Fontes:
Folha-Indústrias podem perder R$ 3 bilhões em incentivos fiscais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *