Início » Brasil » Inflação de 2016 fecha em 6,29%
ECONOMIA

Inflação de 2016 fecha em 6,29%

Índice ficou dentro do teto da meta do governo

Inflação de 2016 fecha em 6,29%
O IPCA só não registrou uma desaceleração maior no mês e no ano por conta da alta dos alimentos (Foto: Pixabay)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta quarta-feira, 11, o IPCA de 2016. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) equivale à inflação. A inflação anual de 2016 (6,29%) foi a menor desde 2013, já a do mês de dezembro de 2016 (0,3%) foi a menor para o mês desde 2008.

A meta do governo para O IPCA anual era de 6,5%, mas existia uma margem de tolerância. Logo, o índice poderia oscilar entre 2,5% e 6,5% sem descumprir a meta. Em 2015, o IPCA foi 10,67%, e em 2014, 6,41%.

O IPCA só não registrou uma desaceleração maior no mês e no ano por conta da alta dos alimentos. Afinal, este é o grupo com maior peso no cálculo do índice. No ano passado, a alta foi de 8,62%, enquanto em 2015, foi de 12%.

Outro grupo que merece destaque foi o de saúde e cuidados pessoais, porque atingiu a maior alta entre todos os grupos de despesas. De 9,23% em 2015, a variação passou para 11,04% no ano seguinte.

O IPCA é um índice calculado pelo IBGE desde 1980 e se refere às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos de dez regiões metropolitanas, além de Goiânia, Campo Grande e Brasília. Para calcular o índice mensal, é comparado o mês referência com o mês anterior do mesmo ano. Por exemplo, para o cálculo do índice de dezembro de 2016, foram comparados os preços pesquisados de 1 a 29 de dezembro de 2016 (referência) com os preços vigentes de 28 de outubro a 30 de novembro de 2016.

Fontes:
Estadão-Inflação termina 2016 com avanço de 6,29%, abaixo do teto da meta do governo
IBGE-Em dezembro, IPCA sobe 0,30%e acumula 6,29% em 2016
G1-Inflação oficial fecha 2016 em 6,29%, diz IBGE

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *