Início » Brasil » Ingressos encalhados e falta de turistas ameaçam Jogos do Rio
OLIMPÍADAS 2016

Ingressos encalhados e falta de turistas ameaçam Jogos do Rio

Desinteresse de turistas estrangeiros e contenção de gastos por parte dos brasileiros encalham ingressos para o evento

Ingressos encalhados e falta de turistas ameaçam Jogos do Rio
Menos de 2% dos sul-americanos entrevistados pretendem estar no Rio durante o evento (Foto: EBC)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

As Olimpíadas do Rio correm o risco de se tornar um evento insustentável. A poucos meses do início dos Jogos, a venda de ingressos não alcançou o sucesso esperado. E embora seja um evento organizado pela prefeitura, o fracasso na venda de ingressos pode piorar ainda mais a situação financeira que afeta o estado.

Isso porque o estado do Rio de Janeiro está afundado em uma crise econômica que levou o governo a pedir auxílio financeiro federal. Com tantos problemas, o governo do Rio está sem dinheiro para pensar em comprar os ingressos remanescentes do evento para distribuir a escolas e instituições de caridade.

O Rio gastou um total de US$ 11 bilhões na preparação para os Jogos Olímpicos, valor abaixo dos US$ 12,7 bilhões gastos nas Olimpíadas de Londres. No entanto, a baixa venda de ingressos pode neutralizar a diferença economizada pela prefeitura.

Para piorar, a estimativa de turistas prevista para visitar a cidade durante os Jogos é baixa. Além de ser uma cidade cara de visitar, os turistas de países vizinhos, cogitados como as principais presenças, simplesmente não estão interessados no evento.

Uma pesquisa feita pela consultora FT Confidential Research, do Financial Times, mostrou que menos de 2% dos sul-americanos entrevistados planejam viajar para o Rio durante as Olimpíadas. Os argentinos correspondem a 0,7% do total.

Além do temor diante do surto de zika, o desinteresse também é fruto do recente aumento da criminalidade na cidade, que nos últimos anos havia apresentado uma queda substancial. Nos últimos meses, as favelas que tiveram a violência reduzida por conta das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) voltaram a registrar tiroteios.

Para completar, somente 1,9% dos brasileiros entrevistados pela FT Confidential Research disseram que pretendem ir a um dos jogos do evento. Com o dinheiro escasso, os brasileiros estão preferindo economizar para outros planos, como viagens ao exterior.

Fontes:
Financial Times-2016 Olympics: not flying down to Rio

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Falta estratégia: é só anunciar como turismo de aventura: não existe nada mais radical do que passear no RJ.

  2. Eugenio sznicer disse:

    BRASIL,vamos acabar com essa palhaçada M E G A . Grandes eventos são para grandes “bolsos”.Pra gente que tem o pé no chão. Toma vergonha BRASIL.

  3. Kity disse:

    A-DO-REI, Ludwig Von Drake. É uma aventura em todos os sentidos, infelizmente. Todos sabem como estão as escolas e hospitais no RJ (Brasil, também). Sei de escolas cujos alunos de vez em quando têm como almoço pão e refresco de caixinha. Adoro os Jogos Olímpicos, e desde o anúncio da cidade como sede iniciei uma poupança para a compra dos de ingressos. Fiz o cadastro, porém, à medida em que as absurdidades apareciam decidi usar esse dinheiro para ficar longe. Viajo com a família e inicio uma nova poupança para ir a Tóquio que, em 2012, já estava em obras para os Jogos de 2020. E eu agradeço a Deus por poder fazer isso. Tantos desempregados! Corrupção, fraude, propina, existem em todo o mundo, sabemos disso, mas em nosso País estão sempre ultrapassando os limites.

  4. JAO BRASIL disse:

    O POVO PERDEU A ESPERANCA NESSA PORCARIA DE OLIMPÍADAS.

    NA COPA QUASE NINGUEM CONSEGUIU INGRESSOS ENQUANTO ARTISTAS E POLÍTICOS OS CONSEGUIRAM AOS MONTES.

    PAIS CORRUPTO ‘E ASSIM MESMO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *