Início » Brasil » Instituições iranianas vão premiar charges sobre o Holocausto
Charges satíricas

Instituições iranianas vão premiar charges sobre o Holocausto

Em protesto a charges sobre o profeta Maomé, concurso satiriza o genocídio

Instituições iranianas vão premiar charges sobre o Holocausto
Visitantes observam charges que satirizam o Holocausto, no Museu Palestino de Arte Contemporânea, em Teerã (Reprodução/Shawn Baldwin/The New York Times)

Duas organizações iranianas anunciaram a segunda edição de um concurso internacional que vai premiar charges sobre o Holocausto, de acordo com o Tehran Times. O concurso seria um protesto à representação do profeta Maomé no jornal francês Charlie Hebdo.

Em 2006, a primeira edição ocorreu logo após o jornal dinamarquês Jyllands-Posten representar o profeta em charges satíricas. Neste ano, a edição é organizada pelo Centro Cultural Sarcheshmeh e pela Casa Iraniana de Cartum.

Os três primeiros lugares receberão prêmios em dinheiro no valor de US$12 mil, US$8 mil e US$5 mil, respectivamente, além de serem exibidos no Museu Palestino de Arte Contemporânea, em Teerã.

Participação brasileira

Na primeira edição do concurso, o segundo lugar ficou por conta do brasileiro Carlos Latuff, conhecido internacionalmente pela militância a favor dos palestinos. Seu desenho mostra um palestino com o uniforme de um prisioneiro de um campo de concentração.

cartoonjews

Charge do brasileiro Carlos Latuff, que ganhou o segundo lugar na primeira edição do concurso (Charge/Carlos Latuff)

O primeiro lugar foi dado ao marroquino Abdellah Derkaoui. Na charge, israelenses colocam um muro com a imagem da entrada do campo de concentração de Auschwitz diante da mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém.

cartoonfront

Charge do marroquino Derkaoui Abdellah, que ganhou o primeiro lugar do concurso, em 2006 (Charge/ Derkaoui Abdellah)

O Brasil ficou em terceiro lugar em número de participantes com 21 cartunistas selecionados naquele concurso, atrás apenas do Irã e da Turquia, que concorriam com 157 e 31 participantes, respectivamente. A iniciativa, que teve o apoio do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, foi amplamente condenada por organizações judaicas.

Fontes:
Folha de S. Paulo-Entidades iranianas anunciam novo concurso de charges sobre Holocausto
Tehran Times-Iranian institutions to hold cartoon contest on The Holocaust
The New York Times-Iran Exhibits Anti-Jewish Art

1 Opinião

  1. Pedro Brita disse:

    O que se pode esperar de animais?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *