Início » Brasil » Instituto de Collor recebeu R$ 2,78 milhões da Petrobras
Lava-Jato

Instituto de Collor recebeu R$ 2,78 milhões da Petrobras

Petrobras patrocinou seminários e publicações da organização que tem ligações com o ex-presidente, investigado pela Lava-Jato

Instituto de Collor recebeu R$ 2,78 milhões da Petrobras
Estatal afirmou que investe em projetos que ajudam na imagem da marca (Foto: Internet)

O Instituto Arnon de Mello de Liberdade Econômica e Promoção Social, ligado ao senador e ex-presidente Fernando Collor de Mello, recebeu repasse de R$ 2,78 milhões da Petrobras. A estatal assinou contratos de patrocínio com o instituto por cinco vezes de 2010 a 2014, o último deles termina em junho deste ano.

A maior verba recebida, R$ 900 mil, foi destinada à organização do seminário “Os reflexos da descoberta do pré-sal no desenvolvimento do Nordeste”, que foi realizado num hotel na para de Lagoa da Anta, em Maceió, no dia 14 de abril de 2010. O evento teve participação de Collor, que fez o discurso de abertura e depois preparou o material de divulgação do Senado sobre as palestras.

Diretores da Petrobras e o então ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, estiveram presentes nos seminários. A presença da então candidata à Presidência, Dilma Rousseff, foi anunciada, mas não há registro da participação.

Collor é um dos políticos investigados pela Operação Lava-Jato, suspeito de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O senador teve um inquérito aberto contra ele em março. De acordo com a delação premiada e de informações bancárias de Alberto Youssef, o alagoano recebeu depósitos bancários no valor de R$ 50 mil.

Petrobras disse que objetivo foi atingido

A Petrobras financiou também publicações do Instituto Arnon de Mello. O jornal “Gazeta de Alagoas”, propriedade de Collor, foi responsável por encadernar algumas delas. Esse é o caso de obras como “Patrimônio Memorável de Alagoas” e a “Enciclopédia dos municípios alagoanos”.

Procurada pelo Globo, a assessoria da Petrobras afirmou que a estatal não “financia organizações”, mas patrocina projeto que podem contribuir com a visibilidade da marca. A empresa confirmou o investimento e disse que o objetivo foi atingido.

Fontes:
O Globo-Instituto ligado a Collor recebeu R$ 2,78 milhões da Petrobras

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *