Início » Brasil » Investigação da PF suspeita que Temer lavou propina em imóveis da família
REFORMAS

Investigação da PF suspeita que Temer lavou propina em imóveis da família

Presidente nega qualquer irregularidade

Investigação da PF suspeita que Temer lavou propina em imóveis da família
Temer também teria dissimulado transações imobiliárias em nomes de terceiros (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Investigadores da Polícia Federal (PF) suspeitam que o presidente Michel Temer tenha lavado dinheiro de propina em reformas de imóveis de familiares. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Ainda de acordo com o jornal, Temer também teria dissimulado transações imobiliárias em nomes de terceiros, com o objetivo de ocultar bens. O presidente nega irregularidade.

A investigação aponta ainda que Michel Temer teria recebido pelo menos R$ 2 milhões de propina em 2014 por meio do coronel João Baptista de Lima Filho.

Naquele ano, foram realizadas duas reformas de mesmo valor em propriedades de familiares do atual presidente, que na época era vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff. Os imóveis em questão pertencia a sua filha Maristela Temer e a sua sogra.

Um dos fornecedores da reforma de Maristela disse que recebeu pagamentos em dinheiro vivo, todos das mãos da mulher do coronel João Baptista de Lima Filho.

Os investigadores acreditam que a origem do dinheiro das reformas são a JBS e uma empresa contratada pela Engevix.

A investigação da PF aponta também que o esquema no setor portuário começou há 20 anos e seguiu até pelo menos maio do ano passado, quando Michel Temer assinou um decreto prorrogando contratos de concessão e arrendamentos portuários, o que teria beneficiado empresas com ligação com o MDB.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Temer lavou propina em imóveis da família, sugere investigação da PF

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *