Início » Brasil » Itália autoriza extradição de Pizzolato a partir de segunda-feira
Processo do mensalão

Itália autoriza extradição de Pizzolato a partir de segunda-feira

Polícia Federal terá 20 dias para trazer o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil de volta ao país para cumprir pena na Papuda

Itália autoriza extradição de Pizzolato a partir de segunda-feira
Polícia Federal terá 20 dias para trazer Henrique Pizzolato de volta ao país (Foto: ABr)

A Justiça Italiana autorizou a extradição do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato. Condenado no processo do mensalão, Pizzolato estará à disposição das autoridades brasileiras a partir da próxima segunda-feira, 15.

O governo brasileiro terá 20 dias para buscar o mensaleiro na Itália. Condenado pelo Supremo Tribunal Federal a 12 anos e sete meses de prisão por seu envolvimento no esquema do mensalão, Pizzolato cumprirá pena no Presídio da Papuda, em Brasília.

No último dia 4 de junho, o Tribunal Administrativo Regional do Lazio negou o recurso da defesa, que tentava impedir a extradição. A defesa já anunciou que pretende recorrer da decisão desta quarta-feira, mas as chances de que um outro tribunal analisar o mérito de uma nova contestação são baixas.

Pizzolato foi condenado por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro em 2013, no processo do mensalão. Ele teria recebido R$ 336 mil no esquema.

Antes da emissão do seu mandado de prisão, Pizzolato fugiu para a Itália com o passaporte do irmão, morto em 1978. Ele foi preso em Maranello, no norte da Itália, em fevereiro do ano passado.

Fontes:
Folha - Itália autoriza extradição de Henrique Pizzolato a partir da próxima semana

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *