Início » Brasil » Itamaraty convoca embaixador no Uruguai após insinuação de compra de voto
MERCOSUL

Itamaraty convoca embaixador no Uruguai após insinuação de compra de voto

Itamaraty quer explicações sobre as declarações do chanceler uruguaio de que o Brasil tentou comprar o voto do Uruguai contra a Venezuela no comando do Mercosul

Itamaraty convoca embaixador no Uruguai após insinuação de compra de voto
Declaração irritou o governo brasileiro (Foto: ABr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Ministério das Relações Exteriores convocou o embaixador do Brasil no Uruguai, Carlos Daniel Amorín-Tenconi, para dar esclarecimentos sobre as insinuações feitas pelo chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, de que o Brasil tentou comprar o voto do Uruguai contra a transferência da presidência do Mercosul para a Venezuela.

Novoa disse que o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, ficou muito incomodado com o fato de o Brasil insinuar que ajudaria o Uruguai a fechar acordos comerciais em troca do voto do país contra Venezuela.

Não nos agradou muito que o chanceler Serra viera ao Uruguai nos dizer, publicamente, por isso eu digo, que vinham com a pretensão de suspender a transferência (da presidência do Mercosul) e que, se suspensa, nos levariam em suas negociações com outros países, como que querendo comprar o voto do Uruguai”, disse Novoa, durante um encontro da Comissão de Assuntos Internacionais do Congresso uruguaio.

A declaração, que irritou o governo brasileiro, foi revelada nesta terça-feira, 16, pela sucursal uruguaia do jornal espanhol El País. O Brasil, ao lado de Argentina e Paraguai, é contra a ascensão da Venezuela ao comando do Mercosul. O bloco está sem um líder há 15 dias, desde que o Uruguai deixou a presidência.

Fontes:
Folha-Brasil convoca embaixador uruguaio após insinuação de compra de voto

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *