Início » Brasil » Itamaraty tenta libertar brasileiro há 60 dias em greve de fome na Palestina
preso sem bases legais

Itamaraty tenta libertar brasileiro há 60 dias em greve de fome na Palestina

O brasileiro-palestino Islam Hamed foi preso em 2010 e deveria ser solto em 2013, mas segue detido sem bases legais. Ele iniciou uma greve de fome para exigir sua libertação

Itamaraty tenta libertar brasileiro há 60 dias em greve de fome na Palestina
Hamed já perdeu 25 kg e seu estado de saúde continua piorando (Divulgação/Facebook)

O Ministério Relações Exteriores informou que está atuando para regularizar a situação do brasileiro-palestino Islam Hamed, preso na cidade palestina de Nablus.

Hamed foi preso em 2010, por conspirar contra o presidente Mahmoud Abbas e por associação ao Hamas. Sua pena expirou em dezembro de 2013, mas ele continua detido sem bases legais.

Há 60 dias, Hamed iniciou uma greve de fome para exigir sua libertação e o regresso ao Brasil. Segundo o Itamaray, Hamed já perdeu 25 kg e seu estado de saúde continua piorando.

“O governo palestino condiciona a libertação do senhor Hamed à emissão de documento, por parte do governo brasileiro, responsabilizando-se por sua segurança. Trata-se de demanda incabível, uma vez que o governo brasileiro não tem meios legais ou materiais para exercer sua jurisdição e poder de polícia no território do Estado da Palestina ocupado por Israel”, diz o ministério, em nota.

O órgão afirmou que apelou ao governo israelense para intervir no caso, mas teve o pedido negado. O governo israelense informou que não tem intenção em conceder o salvo-conduto ao brasileiro porque investiga sua suposta participação em um ataque, feito em 2010, contra cidadãos israelenses.

O Itamaraty afirma estar redobrando os esforços para resolver a situação. “Visitas consulares para acompanhamento do brasileiro estão sendo feitas com frequência, e médico foi contratado pelo governo brasileiro para fazer visitas ao senhor Hamed. Além disso, foi possível obter sua transferência para prisão com condições melhores”.

A família de Hamed iniciou uma campanha no Facebook chamada “Libertem Islam Hamed!”, na qual amigos e familiares pedem pela libertação do brasileiro.

Fontes:
Agência Brasil-Itamaraty tenta regularizar situação de brasileiro em greve de fome na Palestina
Terra-Brasileiro está há 20 dias em greve de fome na Palestina

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    O Brasil está desenvolvendo o mau hábito de se envolver com a justiça de países estrangeiros, apesar de a Palestina ser uma região e não exatamente um país.
    Mas fica a pergunta: CUI PRODEST???

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *