Início » Brasil » Ivan Monteiro é eleito presidente da Petrobras
TROCA DE COMANDO

Ivan Monteiro é eleito presidente da Petrobras

Indicado por Temer para o cargo na semana passada, Monteiro teve o nome aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras

Ivan Monteiro é eleito presidente da Petrobras
Monteiro vai substituir Pedro Parente, que pediu demissão na semana passada (Foto: Petrobras)

O Conselho de Administração da Petrobras elegeu o engenheiro Ivan Monteiro para presidente da empresa em reunião extraordinária na última segunda-feira, 4.

O mandato vai até o dia 26 de março de 2019. O conselho também escolheu Monteiro para ocupar o cargo de Conselheiro de Administração da Petrobras até a próxima Assembleia de Acionistas. Além disso, o engenheiro vai acumular a função de presidente com a de diretor Executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores da Petrobras (função que ocupa desde fevereiro de 2015) até que um novo diretor seja eleito.

Monteiro foi escolhido na última sexta-feira, 1, pelo Conselho de Administração da Petrobras para assumir a presidência interina da empresa. No mesmo dia, o presidente Michel Temer indicou Monteiro para assumir a presidência efetiva da Petrobras, no lugar de Pedro Parante.

No último domingo, 3, a escolha de Monteiro foi criticada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), que ameaça entrar em greve contra a atual política de preços de combustíveis da Petrobras. Em nota divulgada em seu site oficial, a FUP afirmou que “Monteiro é mais do mesmo”.

“Antes de se tornar presidente interino da Petrobras, ocupava a diretoria financeira e era o responsável pelo programa de privatização da empresa, que tem como meta vender R$ 21 bilhões em ativos até o fim deste ano […] Monteiro, ao aceitar a nomeação, exigiu a não interferência do governo no seu plano de política de preço atrelada ao preço internacional do petróleo. Mantendo o projeto de privatização da Petrobras e ignorou as reivindicações do povo que é o acionista majoritário da empresa”, diz o texto da federação.

Relembre o caso

Na última sexta-feira, 1, o ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente apresentou sua carta de demissão a Michel Temer. Parente estava na presidência desde junho de 2016. No final do dia, Temer indicou Ivan Monteiro para assumir a presidência efetiva da empresa. “Comunico que, escolhido hoje como interino, Ivan Monteiro é diretor da Petrobras e será recomendado ao Conselho de Administração para ser efetivado na presidência da Petrobras. Eu aproveito para reafirmar que meu governo mantém o compromisso com a recuperação e saúde financeira da companhia como fizemos nesses dois anos”, disse Temer.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *