Início » Brasil » Janot revela que quis matar Gilmar Mendes
EM ENTREVISTAS

Janot revela que quis matar Gilmar Mendes

Ex-PGR afirmou que foi armado a um sessão do STF para matar ministro

Janot revela que quis matar Gilmar Mendes
Janot disse que foi 'a mão de Deus' que o impediu de matar Gilmar Mendes (Fonte: Reprodução/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Em entrevistas publicadas pelos jornais O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo e pela revista Veja, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot afirmou que, em 11 de maio de 2017, foi armado a uma sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes.

Janot disse que o seu plano era dar um tiro na cabeça do ministro e posteriormente se matar: “Não ia ser ameaça, não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele [Gilmar Mendes] e depois me suicidar”.

O ex-PGR contou que havia solicitado impedimento de Gilmar Mendes na análise de um habeas corpus do empresário Eike Batista. Após o pedido de suspeição, segundo Janot, o ministro do STF espalhou uma história de que sua filha teria prestado serviços advocatícios à empreiteira OAS.

“Foi logo depois que eu apresentei a sessão (…) de suspeição dele no caso do Eike. Aí ele inventou uma história que a minha filha advogava na parte penal de uma empresa da Lava Jato. Minha filha nunca advogou na área penal… e aí eu saí do sério”, disse Janot.

Ainda de acordo com o ex-PGR, foi “a mão de Deus” que o impediu de matar Gilmar Mendes.

A história revelada por Rodrigo Janot gerou repercussão no mundo da política. A maioria dos comentários é de espanto e repúdio em relação à revelação. Houve pelo menos um gesto de “solidariedade” ao ex-PGR, que veio da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). Segundo a parlamentar, “Gilmar Mendes nunca teve escrúpulo”.

Fontes:
Veja - Janot revela ter ido armado ao STF para matar Gilmar Mendes
Uol - Janot diz que foi armado a sessão do STF para matar Gilmar e se suicidar

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *