Início » Brasil » Jogos de azar
COLUNA ESPLANADA

Jogos de azar

Sondagem realizada pelo Senado aponta que 86% dos brasileiros são favoráveis à liberação da exploração dos jogos de azar

Jogos de azar
Tramita na CCJ do Senado projeto que prevê a regulamentação dos jogos de azar (Foto: Pixabay)

Sondagem realizada pelo Senado Federal aponta que 86% dos brasileiros são favoráveis à liberação da exploração dos jogos de azar em todo o território nacional. Tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) projeto que prevê a regulamentação das apostas do jogo do bicho, bingo, videobingo e videojogo, cassinos em complexos integrados de lazer, apostas esportivas e não esportivas e cassinos on-line. De acordo com a sondagem, 64% dos brasileiros avaliam que a legalização traz somente vantagens, outros 23% responderam que traz vantagens e desvantagens, enquanto 12% acham que traz somente desvantagens ao país.

Arrecadação

Na justificativa, o projeto trata sobre a possibilidade de arrecadação tributária proveniente da regularização dos jogos de azar no país: 81% dos internautas disseram que a situação orçamentária do país vai melhorar com a regulamentação.

Impactos

Outros 10% disseram que a regulamentação não trará impactos, enquanto 7% acreditam que os impactos serão negativos e a situação vai piorar. O projeto que regulamenta os jogos de azar, de autoria do senador Ciro Nogueira (PP-PI), deve ser votado na volta do recesso do Congresso Nacional, em fevereiro.

Desagravo

A festa de apoio de artistas, intelectuais, juristas e sindicalistas a Lula em São Paulo será no Teatro Ophicina, no Bairro do Bixiga, no dia 21 de janeiro. A agenda foi acertada entre a direção do PT, o vereador Eduardo Suplicy e o anfitrião do ato, Zé Celso Martinez Corrêa, amigo do ex- presidente.

Constrangedor

Foi, no mínimo, curiosa cena no Palácio do Planalto, nesta terça-feira: sem saber se a deputada Cristiane Brasil tomaria ou não posse no Ministério do Trabalho, dezenas de convidados para a cerimônia vagavam em frente à portaria à espera de uma definição. O Planalto sequer havia montado a mesa de identificação dos convidados.

Barrada no baile

Quando veio a informação de que a posse estava cancelada, uma dirigente do Sindicato Nacional das Cooperativas de Credito resumiu a ópera: “barrada no baile”. O Palácio proibiu que profissionais de vídeo filmassem o Salão Nobre, preparado para a posse – completamente vazio.

Via única

Alheio às críticas de ministros e do presidente Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, atua nos bastidores para sair como candidato único da base para suceder Temer.

Desembarque

Meirelles não descarta a possibilidade de desembarcar do PSD do Gilberto Kassab nos próximos meses para trilhar a candidatura pelo PMDB.

Plano B

Com Eduardo Paes fazendo jogo mole e em cima do muro sobre a pré-candidatura ao governo do Rio de Janeiro, o MDB do Estado vê com simpatia o lançamento do deputado estadual Pedro Fernandes ao Palácio Guanabara. Fernandes já começa a percorrer cidades do interior em companhia de lideranças do partido.

Paes & PTB

O avanço de Pedro Fernandes e o aval do MDB têm motivação. Eduardo Paes está negociando sua filiação ao PTB de Roberto Jefferson e da filha quase-ministra Cristiane Brasil.

Novela JBS

A Polícia Federal ouve hoje o delator da JBS, Ricardo Saud, flagrado em conversas com Rocha Loures. Resta saber se chegou ao conhecimento dele o depoimento do ex-assessor de Temer à PF: Loures disse ao delegado que mandou Saud procurar uma pessoa inventada por ele para, simplesmente, “se livrar” do executivo.

Quem é Edgar?

Essa foi a principal dúvida à época em que os áudios vieram à tona. Segundo Loures, Edgar era a tal pessoa inventada. Para os investigadores, a suspeita é de que se trata de Edgar Safdie, amigo de Loures há 30 anos, suspeito de ter operado a propina da JBS.

Concessões  

O ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) se reúne hoje com o diretor de Planejamento do BNDES, Carlos Alexandre Costa, para discutir medidas para atrair novos investimentos em projetos de infraestrutura.

Ponto Final

“O BNDES deve apoiar o Governo para a expansão de investimentos de infraestrutura no País”.  

Do diretor do BNDES, Carlos Alexandre Costa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Fernando Maria disse:

    Não tenho nenhuma experiencia com jogos de azar, mas também estou a favor à liberação da exploração dos jogos de azar. Porém, caso os casinos sejam aceitos no Brasil, acho muito importante que haja muita segurança não só dentro, mas também fora do casino!! No entanto, eu acho que vai demorar ainda um pouco para que os jogos de azar serão libertados aqui – enquanto eu sigo apostando em jogos de futebol, já que isto eh legal e na verdade eh muito mais fácil do que ganhar num jogo de azar (pelo menos imagino que seja mais fácil…kkkk) – existem várias dicas na internet e assim pode se aprender a apostar muito rápido e fácil (um exemplo seria http://www.sites-de-apostas.net/apostas-esportivas-para-iniciantes.php que me ajudou bastante…daí dá para encontrar todas as informações que são necessárias para começar a apostar hehe) o que vocês acham? Seria bom ter casinos aqui no Brasil? Fico curioso o que vocês pensam…um abraço e bom fim de semana!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *