Início » Brasil » Joice Hasselmann diz que teve celular invadido
LÍDER DO GOVERNO NO CONGRESSO

Joice Hasselmann diz que teve celular invadido

Pelas redes sociais, deputada afirmou que seu celular foi hackeado. Internautas duvidam da veracidade do ocorrido

Joice Hasselmann diz que teve celular invadido
Deputada compara clonagem à suposta invasão ao celular do ministro Sérgio Moro (Foto: Joice Hasselmann/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A líder do governo no Congresso, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou, pelas redes sociais, que teve o celular foi invadido. Segundo ela, a clonagem do smartphone teria ocorrido na madrugada do último domingo, 21.

Na tarde do mesmo dia, Hasselmann gravou um vídeo e compartilhou nas redes sociais, afirmando que o telefone foi invadido de uma maneira similar ao do ministro da Justiça, Sergio Moro. Ademais, disse que os supostos criminosos encaminharam mensagens ao jornalista Lauro Jardim, do Globo.

“Assim como aconteceu com o celular do nosso ministro Sergio Moro, o meu telefone foi clonado, foi invadido, e há bandidos, farsantes, encaminhando mensagens em meu nome através do Telegram”, afirmou a parlamentar.

Segundo Hasselmann, ela descobriu a clonagem depois que o jornalista Lauro Jardim a contatou. Em seguida, a parlamentar viu ligações que teriam partido do seu celular para si mesma. Além disso, a deputada federal disse que não usa o Telegram desde a campanha eleitoral de 2018.

“Já estou comunicando as autoridades e quero deixar bastante claro que um farsante, um bandido, um criminoso, provavelmente da mesma gangue que invadiu o telefone do Sergio Moro, telefones de procuradores da Justiça federal, também invadiu o meu telefone e isso é caso de polícia. Esses bandidos precisam ir para a cadeia”, apontou a parlamentar.

Todas as autoridades já teriam sido informadas, assim como o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro Sergio Moro. No entanto, milhares de internautas questionaram a veracidade das afirmações da deputada federal.

Muitos comentários apontavam para a diferença de horário entre a invasão do celular, que teria acontecido na madrugada de domingo, e a divulgação do vídeo nas redes sociais, que foi veiculado às 15h18min do mesmo dia. Os internautas apontavam que a parlamentar, por ser assídua nas redes sociais, teria compartilhado a informação imediatamente.

Outra possibilidade apontada por internautas é de que Joice Hasselmann tivesse gravado seu nome em outro número e telefonasse para si própria. Dessa forma, o nome da parlamentar também apareceria entre as ligações recebidas. Outros internautas questionavam o motivo dos supostos hackers terem enviado mensagens para o Lauro Jardim, não para o “Intercept Brasil”, que já está fazendo divulgações sobre os supostos diálogos vazados.

No entanto, além das críticas, a deputada federal também recebeu apoio pelas redes sociais. Muitos usuários alertavam a parlamentar sobre a necessidade de procurar todas as autoridades o mais urgentemente possível, possibilitando um melhor rastreio das atividades telefônicas.

Leia também: Quem é Joice Hasselmann, a nova líder do governo no Congresso

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rogerio de Oliveira Faria disse:

    Essa mulher é muito escrota…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *