Início » Brasil » José e Roseana Sarney se despedem da vida pública
Dois Sarneys a menos

José e Roseana Sarney se despedem da vida pública

Em seu último discurso na tribuna do Senado, Sarney afirmou que se arrepende de ter voltado à política depois de deixar a presidência da República

José e Roseana Sarney se despedem da vida pública
Pai e filha anunciaram aposentadoria e não devem mais ocupar cargos públicos (Reprodução/Internet)

Após 60 anos de vida pública, José Sarney, de 84 anos, se despediu do Senado nesta quinta-feira, 18, com um longo discurso na tribuna do plenário. Em junho passado, após cinco mandatos consecutivos no Senado (dois pelo Maranhão e três pelo Amapá) Sarney anunciou que não disputaria as eleições este ano.

Mas ele não será o único do clã a sair de cena no próximo dia 31 de dezembro.

Roseana, sua filha, também se aposenta após o fim de seu mandato como governadora do Maranhão. Na análise de alguns especialistas, a “decadência da família Sarney” se deu pela baixa chance de os dois vencerem nas eleições deste ano.

A família mantém ainda um membro na Câmara dos Deputados. Zequinha Sarney (PV-MA), filho do senador, foi reeleito deputado federal, mas não é um grande nome na Casa.

Último discurso 

Em seu último discurso na tribuna do Senado, Sarney disse que se arrependeu de ter voltado à política depois de ter sido presidente da República, cargo que exerceu de 1985 a 1990.

“Eu tenho um arrependimento, até fazendo um mea-culpa. Penso que é preciso proibir que os ex-presidentes ocupem qualquer cargo público, mesmo que seja cargo eletivo. Nos Estados Unidos é assim, e eles passam a ter uma função que serve ao país. Então, eu me arrependo. Acho que foi um erro que eu cometi ter voltado, depois de presidente, à vida pública”, afirmou.

Elogios ao Maranhão

Sarney citou dados da economia do Maranhão — seu estado natal e uma espécie de feudo da família Sarney — para afirmar que o estado, um dos mais miseráveis do Brasil, “está numa vanguarda bastante avançada”. “Esses números, sem dúvida, chocam, porque a nossa mídia escolhe, sempre, o Maranhão como um estado que é exemplo para o Brasil de crescimento menor”, disse.

Sarney é sem dúvida um dos homens mais influentes da política, e não obstante a “aposentadoria”, deve continuar mandando como quer na política local e em Brasília também. Ele não precisa do Congresso para manejar seus cordéis.

 

Fontes:
G1 -m José Sarney se despede do Senado e diz se arrepender de ter sido senador

3 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    Olha, nunca a expressão “já vai tarde!” fez tanto sentido!…

  2. Ludwig Von Drake disse:

    Lembro a obra “Longe é um lugar que não existe” de Richard Bach. Pensando bem, a família Sarney colocou o Maranhão no mapa do Brasil. Porque as únicas notícias que vem de lá são as rebeliões no presídio de pedrinhas. O Maranhão é um lugar que não existe.

  3. willians rodrigues gomes disse:

    Volte para seu feudo – com seus Marimbondos de fogo – e de onde nunca deveria ter saído.
    Figura deprimente da política nacional.
    Cidadão multifacetado no pior sentido da palavra.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *