Início » Brasil » Judiciário pressiona por aumento salarial
REAJUSTE DE 12%

Judiciário pressiona por aumento salarial

Movimento demanda um reajuste de 12% para magistrados, que teria um impacto de cerca de R$ 12 bilhões nas contas do Tesouro

Judiciário pressiona por aumento salarial
Movimento ocorre em meio à pressão por fim do auxílio-moradia e outros benefícios da classe (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)

Na contramão da redução de gastos públicos, o Judiciário pressiona por um novo reajuste salarial para magistrados. As informações foram divulgadas na coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo nesta sexta-feira, 29.

Enquanto o governo promove cortes de gastos em diferentes áreas e estuda formas de reduzir outras despesas, a cúpula do Judiciário tenta conseguir um aumento de 12% sobre os seus vencimentos. O impacto do reajuste seria de aproximadamente R$ 12 bilhões nas contas do Tesouro.

O movimento pelo aumento salarial ocorre enquanto a pressão pelo fim do auxílio-moradia, assim como outros benefícios financeiros, a juízes aumenta. Segundo a Folha de São Paulo, pelo menos seis dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) são a favor de somente extinguir o auxílio-moradia caso haja uma compensação financeira aos magistrados.

Representantes dos principais órgãos do Judiciário do Brasil estariam envolvidos no lobby pelo aumento salarial, sendo eles o STF, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

Leia também: Fim do auxílio-moradia economizaria R$ 1,6 bilhão por ano
Leia também: Magistrados marcam atos em defesa do auxílio-moradia

Fontes:
Folha de São Paulo-Judiciário faz lobby e pressiona governo a aumentar salários da magistratura

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Buckminster disse:

    Jair Bolsonaro significa o único caminho para acabar com esses absurdos que ocorrem no Brasil.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *