Início » Brasil » Justiça condena Duque e Vaccari por corrupção na Petrobras
Lava Jato

Justiça condena Duque e Vaccari por corrupção na Petrobras

Ex-diretor de Serviços da Petrobras foi condenado a 20 anos e oito meses de prisão, e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, a 15 anos e quatro meses

Justiça condena Duque e Vaccari por corrupção na Petrobras
O ex-diretor de Serviços da estatal Renato Duque e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari foram condenados nesta segunda-feira (Foto: Agência Brasil)

O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque a 20 anos e oito meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa nesta segunda-feira, 21. A sentença é a mais alta imposta até agora pela Operação Lava Jato, que investiga o esquema de propina entre 2004 e 2014 na estatal.

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também foi condenado na mesma sentença. Ele vai cumprir pena de 15 anos e quatro meses de prisão pelos mesmos crimes atribuídos a Duque. Duque é apontado como o elo do PT no esquema da Lava Jato.

Moro afirmou que Duque recebeu propina de R$ 36 milhões e que o Partido dos Trabalhadores recebeu pelo menos R$4,26 milhões, por intermediação de Vaccari.

Também foram condenados outros oito envolvidos no esquema. São eles os operadores Adir Assad, Sônia Mariza Branco e Dario Teixeira Alves Junior, assim como os delatores Mário Gòes, Pedro Barusco, Augusto Mendonça, Júlio Camargo e Alberto Youssef. Como estes últimos colaboraram com a Justiça, eles cumprirão as penas definidas em seus acordos de delação premiada.

Fontes:
Estadão - Justiça condena Duque a 20 anos de prisão e Vaccari, a 15 anos

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    O partido que governa o país ter recebido dinheiro de propina contamina todo o processo eleitoral. A coisa é tão feia que até a oposição tem medo de tocar no assunto.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *