Início » Brasil » Justiça Federal autoriza saída de Lula para velório do neto
PERMISSÃO DE SAÍDA

Justiça Federal autoriza saída de Lula para velório do neto

Arthur Lula da Silva, de sete anos, neto do ex-presidente, morreu nesta sexta-feira, 1, devido ao agravamento de um quadro de meningite meningocócica

Justiça Federal autoriza saída de Lula para velório do neto
Pedido para Lula deixar a prisão foi feito no início da tarde (Foto: Reprodução/Facebook)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Justiça Federal autorizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a deixar a carceragem da Polícia Federal de Curitiba para comparecer ao velório do neto, Arthur Araújo Lula da Silva, de sete anos, que morreu nesta sexta-feira, 1, em São Paulo, devido ao agravamento de um quadro de meningite meningocócica.

“Foi autorizada a participação de Lula no velório e que, a fim de preservar a intimidade da família e garantir não apenas a integridade do preso, mas a segurança pública, os detalhes do deslocamento serão mantidos em sigilo”, diz nota divulgada pela Justiça Federal.

Mais cedo, Ministério Público Federal (MPF) no Paraná enviou à Justiça Federal em Curitiba parecer favorável ao pedido para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixasse a carceragem da Polícia Federal (PF) para comparecer ao velório do neto.

O pedido para Lula deixar a prisão foi feito no início da tarde pelos advogados, que argumentaram que Lei de Execução Penal (LEP) prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo.

Nesta tarde, o governo do Paraná divulgou uma nota na qual informa que colocou um avião à disposição da Polícia Federal para fazer o transporte de Lula.

Lula está preso desde 7 de abril do ano passado, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

Em janeiro, Lula também pediu para deixar a prisão para comparecer ao velório do irmão Genival Inácio da Silva, conhecido como Vavá, que morreu em decorrência de câncer no pulmão.

No entanto, o pedido foi negado pela juíza federal Carolina Lebbos. A decisão foi confirmada pelo desembargador federal Leandro Paulsen, do TRF4, mas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, aceitou recurso da defesa e autorizou a saída de Lula, porém o ex-presidente não aceitou as condições da decisão, que determinava que Lula poderia encontrar com os parentes, mas em um quartel das Forças Armadas.

Fontes:
Agência Brasil-Ministério Público se manifesta a favor da saída de Lula para velório
G1-Justiça autoriza Lula a deixar a prisão para ir ao velório do neto em SP

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Adilson Cordeiro da Rocha disse:

    Nao ha nada de mal em ir a um velorio de um ente querido. Exageros nao leva a nada. Embora ele esteje pagando pelo seus crimes nao podemos negar seu direito de se despedir de seu netinho. Jesus Cristo disse em certa ocasião que quem nao tem pecado que atirasse a primeira pedra.

  2. Adib Farid disse:

    Absurdo!!quem vai pagar os mais de 100.000 Reais gasto para levar esta vagabundo até SP???
    E ou outros presos, não tem direito!!
    E o Gilmar Mendes ligar para ele!!
    Este é um país da desigualdade e da tristeza!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *