Início » Brasil » Justiça francesa confirma condenação de Maluf a três anos de prisão
CONDENAÇÃO NA FRANÇA

Justiça francesa confirma condenação de Maluf a três anos de prisão

Em tribunal de segunda instância, Justiça do país mantém condenação do deputado Paulo Maluf (PP-SP) por lavagem de dinheiro e corrupção

Justiça francesa confirma condenação de Maluf a três anos de prisão
Paulo Maluf está na lista de procurados pela Interpol desde 2010 (Foto: Leonardo Prado/ Câmara dos Deputados)

A Justiça da França divulgou nesta terça-feira, 20, que manteve a condenação do deputado Paulo Maluf (PP-SP) a três anos de prisão e multa de 200 mil euros (R$ 725 mil) por lavagem de dinheiro no país, entre 1996 e 2003. Maluf, que já tinha sido condenado pela Justiça francesa em outubro de 2015, deve recorrer à decisão e levar o caso para a última instância.

Além do parlamentar, sua mulher, Sylvia Maluf, foi condenada pela Justiça francesa a dois anos de prisão e multa de 100 mil euros (R$ 368 mil), enquanto seu filho mais velho, Flávio Maluf, teve a condenação de três anos de prisão e multa de 200 mil euros mantida.

A Justiça francesa confiscou um montante de cerca de 1,8 milhão de euros (cerca de R$ 6,6 milhões) em duas contas no nome de Sylvia. Além disso, a Corte das Apelações– tribunal de segunda instância no país – decidiu manter confiscada outra quantia, de cerca de 27 mil euros (R$ 100 mil), apreendida em 2003, no quarto do hotel Plaza Athénée, em Paris, na ocasião que o político foi detido.

Segundo a Corte das Apelações, esses montantes são frutos de desvio de dinheiro público e corrupção no Brasil. De acordo com as investigações, os montantes teriam origem em desvios na construção da Avenida Água Espraiada, hoje chamada Avenida Jornalista Roberto Marinho, e do túnel Ayrton Senna, obras feitas na época em que Maluf era prefeito de São Paulo.

Outras condenações

Em maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro condenou Maluf a sete anos de prisão por crime de lavagem de dinheiro, além de ter determinado a perda do mandato do deputado. Com a decisão do STF, o deputado está impedido de concorrer às próximas eleições, por conta da Lei da Ficha Limpa. Após a condenação no Brasil, a defesa de Maluf afirmou que recorrerá.

Maluf está na lista de procurados pela Interpol desde 2010 pela prática de desvio de dinheiro nos Estados Unidos. Parte do valor desviado das obras superfaturadas em São Paulo foi destinada a contas em um banco de Nova York. Desde então, o parlamentar está proibido de sair do Brasil e tem ordem de prisão decretada em 181 países.

Fontes:
BBC-França confirma condenação de Maluf por lavagem de dinheiro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Markut disse:

    Honra ao mérito!!.
    Estamos diante de um caso excepcional de desvio de conduta gestora, que mais tempo consegue resistir aos inúmeros cercos judiciais tentados. Mais do que parabenizar o autor da façanha e a sua trupe de causídicos, deveríamos nos lamentar da maneira como funciona a Justiça tupiniquim, sempre, digamos, “desatenta”.
    Se ,comparado com os “malfeitos” de hoje, o que espanta é a relativa modéstia dos valores em causa, de “antigamente”.
    Houve sensivel progresso ,desde que a corrupção, que sempre existiu, acabou se institucionalizando ,passando os valores dos assaltos aos cofres públicos, de milhões de reais para bilhões de dólares.
    A gestão temerária, não só, mas tambem, do Rio de Janeiro, que o diga.

  2. laercio disse:

    Eeeeta Maluf velho; não pode ir para 181 países mais ainda sobram uns 65, fala aí?!…. Quem se importa né Maluf?!
    E não tem essa de cadeia não! O cara era deputado até umas horas atrás, tem aposentadorias e o leão que está correndo dele!…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *