Início » Brasil » Justiça Militar de Juiz de Fora devolve documentos de Dilma retidos no regime militar
Comissão da Verdade

Justiça Militar de Juiz de Fora devolve documentos de Dilma retidos no regime militar

Por se tratar de documentos pessoais as fotos não foram divulgadas

Justiça Militar de Juiz de Fora devolve documentos de Dilma retidos no regime militar
Em seis fotos, Dilma aparece passeando numa cidade histórica mineira, provavelmente em Ouro Preto (Reprodução/Internet)

A Justiça Militar de Juiz de Fora, Minas Gerais, localizou documentos pessoais da presidente Dilma Rousseff, retidos durante o regime militar. Foram localizadas dez fotos de um álbum de família da presidente e também seu boletim e histórico escolar do período em que estudou em Belo Horizonte.

Os documentos foram retidos no momento da prisão e não fazem parte de inquérito. Eles estavam na posse de Cláudio Galeno Magalhães Linhares, companheiro de Dilma na época que também foi preso na cidade. Por se tratar de documentos pessoais as fotos não foram divulgadas.

Em seis fotos, Dilma aparece passeando numa cidade histórica mineira, provavelmente Ouro Preto. Nas outras, há imagens de Galeno e de paisagens. Há também uma foto em 3 x 4 da presidente.

Os documentos serão entregues aos próprios perseguidos e a familiares em uma solenidade da Comissão da Verdade. Mas no caso de Dilma, o material só será devolvido se aparecer algum representante dela.

Para a professora Helena da Motta Salles, integrante da Comissão da Verdade, a devolução desses documentos tem uma relevância histórica. “A restituição desses documentos a seus verdadeiros donos tem um valor inestimável”.

Fontes:
O Globo-Justiça Militar de Juiz de Fora devolve documentos de Dilma retidos na ditadura

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *