Início » Brasil » Kassab, o estorvo do PMDB
Coluna Esplanada

Kassab, o estorvo do PMDB

O ex-prefeito de São Paulo tornou-se um promissor construtor de partidos e tem mexido com as previsões das conjunturas políticas regionais e nacional

Kassab, o estorvo do PMDB
O PL que Kassab quer -- e vai -- ressuscitar será um estorvo para o PMDB (Fonte: Reprodução/Veja)

Expoentes do PMDB declaram reservadamente em restaurantes de Brasília e São Paulo que o partido terá seu candidato a presidente em 2018. Um cardápio à mesa com prato frio que se repete há anos, não fosse a salada que o novo maître do cenário político prepara para os próximos anos no banquete do Poder. Ele atende por Gilberto Kassab.

O ex-prefeito de São Paulo tornou-se um promissor construtor de partidos e tem mexido com as previsões das conjunturas políticas regionais e nacional. O seu PSD, fundado com a ajuda velada do Palácio do Planalto, tornou-se um trunfo eleitoral para o PT em 2014. O PL que Kassab quer — e vai — ressuscitar será um estorvo para o PMDB, que já prevê o perigo do poder político de Kassab com seus dois partidos, e começa a se movimentar para não ser alijado das negociações futuras.

O PSD tornou-se tão importante no plano federal que governadores aguardaram a confirmação de Kassab no comando do Ministério das Cidades para escolherem seus secretários de Habitação — pastas intimamente ligadas, elo de Brasília com as capitais. Foi o caso de Paulo Câmara, de Pernambuco, que cedeu o cargo para o PSD. O esboço escancarado do novo PL por Kassab o tornou indiretamente o maior incentivador do PMDB. O partido robusto que se arrasta de um lado para o outro do palanque para se manter no Poder desde a morte de Ulysses Guimarães agora já pensa na candidatura presidencial, e tem nomes para isso.

Mas por quê? Os movimentos de Kassab apadrinhados pelo PT demonstram que o ministro formata um grande partido aliado de Lula e Dilma para 2018, para fazer frente ao PMDB. Não é segredo entre parlamentares no Congresso Nacional: depois de inflar a legenda com mandatários egressos do PMDB, PP, DEM e PSDB, e enfraquecer essas siglas, a meta de Kassab será fundir PSD e PL, criar enfim um terceiro e forte partido, para apresentá-lo ao PT como o grande aliado em lugar do PMDB daqui a quatro anos.

Motivos evidentemente não faltam. De um lado, Kassab entra para o rol dos grandes caciques da política brasileira e potencializa seu poder de barganha; de outro, o PT deixa de ser vítima de um PMDB cujos líderes desde 2003 enfiam a faca no pescoço dos presidentes da República por cargos, ministérios, projetos etc. O PT também se livraria da supremacia peemedebista que se consolida no comando da Câmara e do Senado Federal.

Daí os caciques do PMDB iniciarem o ensaio de uma candidatura a presidente da República. Eles entenderam o plano de Kassab, e a simpatia dos petistas. Nomes ao PMDB também despontam. Veem do Rio de Janeiro. Hoje, são o prefeito Eduardo Paes e o governador Luiz Fernando Pezão. Só para citar dois.

O retorno de Jader

Enquanto adversários apontam compensação patrocinada pela presidente Dilma com um aliado de campanha que perdeu a eleição, outros indicam que a chefe da nação sabe o que faz e tornou-se uma boa jogadora no tabuleiro do xadrez político.

Charge de Aliedo

Charge de Aliedo

Ao nomear Helder Barbalho ministro da Pesca, Dilma reinsere o pai, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA), no rol do Poder do qual se afastara desde que renunciou ao Senado Federal, e segura parte do PMDB fiel a ela. Jader ainda é um respeitado cacique político do Norte do Brasil.

Helder na Pesca representa o governo federal e o PT num Pará que disputa com Santa Catarina a liderança do pescado no Brasil, num estado onde o governador tucano Simão Jatene dá de ombros para o setor.

A estratégia é um golpe no PSDB, e envolve caso similar em Minas Gerais. A ida de um desconhecido pastor mineiro para o Ministério do Esporte, que se tornará a pasta mais importante em 2016 por causa dos Jogos, fortalece o PT e Dilma Rousseff no segundo maior colégio eleitoral do País, o principal reduto do presidenciável Aécio Neves, do PSDB.

Golpe duplo no tucanato em dois importantes estados com potenciais colégios eleitorais.

3 Opiniões

  1. Paulo Fernando disse:

    Do jeito que está o nosso pais precisa mudar, surgir uma nova mentalidade para redescobrir um novo Brasil do futuro para todos, entendo que como está hoje e os políticos dos 02 maiores partidos como base de apoio nem tudo mudará para melhor. Quem viver verá.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    O que vou escrever, pra semana tudo vai acabar quando a Revista Veja editar. QUE TAL? REVISTA VEJA LANÇADA EM SÃO PAULO VAI QUEBRAR O PAU. NA PRÓXIMA REVISTA VEJA A COISA PODERÁ MUDAR DE RUMO O BRASIL. Vai ser publicado na Veja desse final de semana a riqueza do LULINHA. Sócio majoritário dos Frigorificos JBS (Friboi), Sócio majoritário da Telefonia OI. Proprietário de 6 fazendas que somadas dão um total de 1.400.000 hectares. Criador de mais de 600.000 cabeças de gado no Estado do Pará. Hoje seu meio de transporte é um Jato Executivo avaliado em 50.000.000,00 milhões de dólares para quem era funcionário público cuidador de zoológico. Essa é a parte da distribuição de renda que o ex-presidente Lula defende para Dilma. 12 senadores. 49 deputados e 03 governadores, todos do PT, já foram INCRIMINADOS na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Eduardo Costa, preso e apavorado com o risco de pegar mais de 40 anos de cadeia. Este governo por meio de seus políticos roubavam mais de 3% de TODOS os contratos sob sua responsabilidade, desde 2003 até os dias de hoje! Só a refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, tem preço final de R$ 40 Bilhões, implicando numa PROPINA deR$ 1 BILHÃO E 200 MILHÕES. O MENSALÃO será considerado apenas um troco, comparado ao ROMBO dentro da Petrobras! A VERDADE está chegando na HORA CERTA! PT em pânico. Lula convoca reunião no Planalto. “O POVO ESTA DORMINDO. NÓS ESTAMOS ACORDADOS. NÓS COMPANHEIROS DA INTERNET SOMOS UNIDOS. PARA FAZER O QUE NUNCA ANTES FOI FEITO NESSE PAÍS: “OU A CORRUPÇÃO PARA, OU NÓS PARAMOS O BRASIL” seja patriota: Passe adiante… Se cada pessoa passar para 10 amigos de setores diferentes no 6 (sexto) repasse atingimos a 5 milhões de usuários. Vamos tirar 5 MINUTOS PARA MUDAR O bRASIL, FAÇA SUA PARTE!
    REPASSAR GERAL URGENTE
    “AS Pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo”
    ( EPICURO )
    “O que temos, deixaremos. O que somos, levaremos.
    Foi assim que eu recebí este e-mail, por isso estou repassando a prodidão.

  3. Joma Bastos disse:

    A mim parece-me, que o candidato para o PT em 2018 será Fernando Haddad, atual prefeito de São Paulo.
    O Petrolão irá dizimar parte do PMDB e do PT.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *