Início » Brasil » Lava Toga
COLUNA ESPLANADA

Lava Toga

Cresce o desejo de senadores de investigar o patrimônio de ministros do STF e do STJ

Lava Toga
(Fonte: Reprodução/Valter Campanato/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cresce, mesmo que sigiloso, o desejo de senadores de investigar o patrimônio de ministros do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça. Após o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), arquivar o pedido de abertura da CPI da ‘Lava Toga’, o senador Alessandro Vieira (PPS-SE) não desistiu. Circula por gabinetes em busca de assinaturas para instalar a comissão e apurar denúncias envolvendo membros de tribunais. Vieira conseguiu apoio de 27 senadores (número mínimo para instalar CPI), mas dois retiraram suas assinaturas: Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Kátia Abreu (PDT-TO). “Surpreso e decepcionado”, lamenta o parlamentar de primeiro mandato. Porém acredita que a maioria faz coro com a CPI.

Aliás…

…uma pergunta: quem está acima do STF? Quem fiscaliza ministros do STF?

Do Centro

O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que ensaiou candidatura à Presidência, está mudo. Quem sabe de seu projeto jura que ele surge em 2 anos como pré-candidato.

Eles e elas

Em meio ao debate do conceito de família, o Centro de Filosofia da UFPE lançou curioso programa de pós-graduação: ‘Homens cornos e mulheres gaieiras’.

Plim, Plim… Powwn!?

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) conta a amigos que o presidente Bolsonaro o telefonou, ainda internado no Hospital Albert Einstein, para lhe pedir um alívio nas críticas ao Governo, e disse que vai “quebrar a Rede Globo”. Kajuru avisou que vai manter os petardos, mas que votará com o Governo em pautas necessárias para o país.

Bola em campo

Kajuru, que já foi conhecido apresentador de TV na Band, é o maior entusiasta da CPI da CBF, que, se instalada, pode atingir em cheio os interesses da emissora e outras grandes empresas com publicidade na TV.

Armas

Depois dos deputados, foi a vez de os seis senadores do PT apresentarem Projeto de Decreto Legislativo para tentar revogar o decreto do presidente Bolsonaro que autoriza posse de armas de fogo. O texto visa anular o ato do presidente e restabelecer as salvaguardas no estatuto do Desarmamento.

Voz das ruas

A bancada petista sustenta que a liberação das armas afronta a convicção de pelo menos dois terços da população, “que são contra a venda de armas no país – uma posição ainda mais restritiva do que as regras consagradas no Estatuto do Desarmamento”.

Escada abaixo

Exatos seis anos após a morte de Jorge Selarón, a Associação de Empregados em Hotéis e Similares do Estado do Rio (AEHSRJ) encaminhou requerimento ao prefeito Marcelo Crivella propondo assumir a manutenção da escadaria que leva o nome do artista chileno autor da obra. A associação mostrou provas de abandono e azulejos quebrados.

Point

O enfeite da escadaria na Lapa, com acesso a Santa Tereza, virou point internacional. Gravaram ali o cantor Michael Jackson e o ator Edward Norton. O chileno Jorge Selarón, um apaixonado pelo Rio, morreu esfaqueado em casa, na escadaria, em 2013.

Bolsobloco

Acredite. Grupo chamado ‘Bolsolteiros’ no Facebook já conta com mais de 4,5 mil membros atrás de namoradas para o Carnaval. Mais curiosa ainda é a campanha lançada: ‘Antes de beijar, qualquer pessoa, pergunte em quem votou no segundo turno’.

Doutor Ulysses

Vai se chamar ‘A mesa do Senhor Diretas’ o livro que Ozanan Chaves, maître do Restaurante Piantella, em Brasília,  começou a escrever sobre Ulysses Guimarães. Na biografia, o maître vai contar que, além do uísque e do filé au poivre, Doutor Ulysses também gostava de chope. Amava comer Picadinho, mas, discreto, pediu para não batizarem um prato com seu nome – praxe no restaurante para clientes ilustres.

Direita x esquerda

A direita em debate: ‘A destruição da mente coletiva pela mentalidade revolucionária’ será tema de palestra de Cristóvam do Espírito Santo numa cafeteria de Goiânia.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    é incrivel ter-mos autoridades com poder incomensuravel de estar acima de qualquer suspeita.deveriam os mesmos estarem sob vigilancia continua para evitar apadrinhamentos e favoritismo suspeitos.aqueles que usurpam de altos cargos em beneficios das quadrilhas que infestam a politicagem no Brasil deveriam responder por seus crimes como se fossem cidadões comum,sem cair nos meandros nefastos de nossas falidas leis,por eles mesmos criadas para sufocar qualquer tentativa de serem investigados.ninguém pode estar acima da lei por simplesmente ser um juiz ou magistrado.de acordo com nóssa constituição,todos são(será?)iguais perante a lei.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *