Início » Brasil » Leitor comenta avaliação de Gilmar Mendes
OPINIÃO PÚBLICA

Leitor comenta avaliação de Gilmar Mendes

Beraldo é o Opinião Pública da semana. Participe você também!

Leitor comenta avaliação de Gilmar Mendes
Comente e participe!

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Berando comentou a matéria “Temer pode voltar à presidência se for cassado pelo TSE, diz Gilmar Mendes” e foi eleito o opinião pública da semana. E você? Já deu sua opinião hoje?

Este Gilmar Mendes é demais! Assume atitudes notoriamente parciais e favoráveis aos encastelados em Brasília.

Que cada um tenha sua inclinação político-ideológica, assim como a sua paixão futebolística, tudo bem. Mas, partindo de um Ministro do STF e, ainda por cima, atual Presidente do STE, não é comum. Ou seria extravagância de poder pessoal?

Aliás, o STF é estranho: cada um pensa de um jeito, cada um manda a seu jeito, cada um dá um jeito naquilo que parece não ter jeito, e vai por aí a fora. Sem pesquisar o assunto, a julgar pelo que vem ocorrendo,percebe-se que o(a) Presidente da Instituição não apita nada (dele/a nem emana nada), além de distribuir processos e dar voto de minerva. Uma espécie de “Rainha da Inglaterra” do Judiciário.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Laercio disse:

    No Brasil existem muitas siglas que na verdade são ditaduras disfarçadas, fazem o que querem, como querem, e mostram tais siglas como necessárias à pátria.

    Ditaduras e outros regime autoritários conseguem ser mais honesto do que a chamada democracia brasileira, sabem por quê? Porque já mostram o que são!
    Ao contrário do que ocorre no Brasil, pois aqui apresentam a palavra democracia mais expõem nosso povo a toda sorte de humilhações como desemprego, educação de má qualidade, exposição ao crime, etc..

    Vai entrar e sair políticos e nada será resolvido, absolutamente nada, e sabem por quê? Porque quem tem reais interesses no crescimento da nação é o povo!
    Chegou a hora de conversarmos sobre como fazer o povo dar seu voto direto, através de plebiscito, para sancionar e vetar acerca das leis.

    Não precisamos dessa massa política mas sim de colegiado com técnicos para dar todo suporte aos feitos necessária para que prevaleça o voto direto da população.

    No Brasil não há voto direto porque nem o votado sabe se será apoiado quanto as suas teses haja vista as conversas de bastidores que elegerão os interesses de alguns poucos.

  2. ceiça alles disse:

    Muito bom, Beraldo! Parabéns. Gostei particularmente da “Rainha da Inglaterra” do Judiciário.

  3. carlos alberto martins disse:

    cada um tem seu preço.provavelmente o de gilmar mendes são quarenta moedas.é um judas vendendo o próprio povo.são traidores como ele que fizéram com que os brasileiros não acreditem mais no stj,stf.etc.

  4. Natanael Ferraz disse:

    O Poder é uno e indivisível, o mito da tripartição do poder é uma alegoria inventada por Montesquieu. Não podemos imaginar nem exigir que cada instituição seja perfeita sozinha, ela só pode ser perfeita no conjunto. E cada Juiz do STF é uma instituição do Estado Soberano. Logo está tudo certo mesmo parecendo errado.

  5. Markut disse:

    Enquanto não tivermos um eleitorado mais bem escolarizado, nunca teremos uma autêntica democracia e sim um democratismo populista,bandido e oportunista,que se esbalda na ignorância do eleitor,em média, apenas uma analfabeto funcional.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *