Início » Brasil » Leitora comenta a má fama dos advogados
Opinião Pública

Leitora comenta a má fama dos advogados

Luciene é a Opinião Pública da semana. Participe você também!

Leitora comenta a má fama dos advogados
Comente e participe!

Luciene comentou o artigo “José Dirceu e nosso um minuto de silêncio!” e foi eleita a Opinião Pública da semana. E você? Já deu a sua opinião hoje?

Má fama dos advogados. Uma coisa que me incomoda é a má fama dos advogados. Fama de aproveitadores, de inescrupulosos, de desalmados… E ainda tem aquelas piadinhas infames, tipo “Qual a diferença que existe entre a Ordem dos Advogados e a caixa-d’água? É que na caixa-d’água só existe um ladrão”.

Fico tentando entender e encontrar explicações que nos redimam. Acho que deve ser porque, por melhor que seja seu advogado, do outro lado sempre tem um advogado que também estará fazendo tudo para defender a outra parte. Ou seja, tem um advogado “do bem” do seu lado e um “do mal” do outro lado, o que já deixa a pessoa inevitavelmente 50% incompatibilizada com a classe. Sendo que o advogado “do bem” tem três possibilidades. Se ele perde a causa, não tem jeito, a classe toda é de pulhas! Se ele ganha a causa, considerando que, até por estratégia, um advogado sempre pede mais do que o que seria estritamente devido ou justo, o mais comum é que se ganhe apenas parte do pedido.

Assim, ocorre que muito raramente o cliente estará inteiramente satisfeito. Ademais, o sentimento geral é de que a justiça é um direito divino: “No fim, a justiça será feita, graças a Deus”. E ainda ter que pagar por um intermediário para conseguir aquilo que já deveria ser seu por direito divino, ninguém se conforma! E tome piadinhas… Aliás, sabe por que as piadas de advogado não funcionam? Porque os advogados não acham graça nenhuma nelas e o resto das pessoas não acha que são piadas.

7 Opiniões

  1. Enzo disse:

    Esperem aí,alguma coisa tem de errado,o tal de Zé Dirceu NUNCA doi advogado,pode ser bacharel,mas advogado não!Indiquem ao menos um processo que ele autuou…

  2. Raimundo Trindade Pereira do Rêgo disse:

    Segundo os ditos populares::: NÃO EXISTE ADVOGADO RUIM, O QUE EXISTE , É CLIENTE LISO……. O que não se aplica aos acusados do LAVA- JATO, pois, estão voando por aí + ou – R$ 200,000,000,00, (duzentos Bilhões) de reais nas mãos deles,,,, E O POVO?, TADINHOS!!!!, Mas prestem atenção, se esses lava-jato poderem ser candidatos,, esse mesmo povo que está sofrendo ainda vão votar neles,, EU GARANTO… Ora, eles estão com o dinheiro e vão comprar o voto,, OU EU ESTOU ERRADO?.. BOM DOMINGO,,,,,, FELIZ DIA DOS PAIS……

  3. Pedro Nunes Carneiro disse:

    Parece que todos esqueceram: “Sem advogado não há justiça, sem justiça não há democracia”.

    Desejo a todos feliz dia dos pais.

  4. Ludwig Von Drake disse:

    O comentário se estrutura em cima da velha dicotomia entre o bem e o mal. Irrelevante, para os advogados interessa é o direito posto. Aliás, nos tempos em que se esperava uma justiça divina, as pessoas eram apedrejadas e queimadas em fogueiras.

  5. Marluizo Pires Cruz disse:

    Em termo de Justiça de alguns no Brasil, neste episodio da Lava-Jato é preciso esclarecer que não teve ainda “do bem” ou “do mal” somente acusados e bons advogados de defesa dos acusados. Porém o resto das pessoas acha que são “piadas de mau gosto” saber que partes dos valores desviados das empresas públicas podem servir para ser usado na defesa daqueles que “do mal” exemplos transforma o país em um dos países mais corruptos do mundo. Pode ser justo defender a pessoa mas não parece justo fazer uso do ilícito na defesa. Porque as pessoas de boa índole não acham graça nenhuma em saber que os valores usurpado do erário público poderem ser usado para pagar defesa dos acusados, parecendo piada saber que em relação aos tubarões compensa a defesa.

  6. helo disse:

    Gostei. O que, como não advogada, não entendo é quando a advogada diz que recebeu e seu cliente diz que não pagou. O que diz o direito nesses casos? Beira-mar tem montes de advogados nesta situação. Concordo que o advogado não é obrigado a saber a origem do dinheiro, mas quem cuida da origem ou existência desse dinheiro? A receita? Nosso congresso é fraco, fabrica leis confusas e sem um advogado podemos entender o que é justo mas dificilmente entenderemos o labirinto das leis que nem sempre atingem o justo fim, não importando a maldade ou bondade do réu. Os cartórios então fazem a festa. Seria necessário advogar para Battisti quando o presidente já decidira que ele teria direito a asilo? Por que a causa foi tão cara? Como Battisti pagou?

  7. Victor Ivens Pereira disse:

    Você quer uma explicação do porquê advogados tem má fama? Ora, simples: por causa do marketing.

    O exercício da advocacia não é de forma alguma uma forma de fazer a justiça, buscando a verdade e apresentando-a sem preconceitos aos que irão avaliá-la, nominadamente juízes e juri. É, ao contrário, uma forma de apresentar uma versão da verdade que possa fazer com que um ou outro ganhem uma causa, e a forma de fazer isso é utilizando técnicas de marketing avançado para convencer os já nominados avaliadores.

    Fosse o direito uma forma de buscar a todo custo todas as nuances da verdade, e avaliá-la de forma justa, as piadas de advogados teriam um cunho inteiramente diferente, pois os brasileiros saberiam ainda assim fazer piadas com aqueles que buscam a verdade e a justiça a todo custo, elas só não seriam tão pejorativas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *