Início » Brasil » Leitora comenta a reforma da Previdência
OPINIÃO PÚBLICA

Leitora comenta a reforma da Previdência

Renata Marcondes é a Opinião Pública da semana. Participe você também!

Leitora comenta a reforma da Previdência
Comente e participe!

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Renata Marcondes comentou a matéria “Sete em cada dez brasileiros são contra reforma da Previdência” e foi eleita a opinião pública da semana. E você? Já deu sua opinião hoje? 

O governo Temer não tem aval popular para fazer essas reformas. Auditoria no sistema previdenciário, cobrança das dívidas bilionárias das empresas devedoras e combate aos desvios são ações necessárias antes de se fazer a reforma da Previdência.

Uma coisa de cada vez:

1 – Façam a CPI;
2 – Demonstrem claramente qual é a real condição da Previdência;
3 – Deem exemplo, acabando com os privilégios da classe política; e
4 – Façam a reforma.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Troianos disse:

    A reforma da previdência não pode ser aprovada antes de concluída a CPI do senado, tentando abrir a “Caixa Preta” sobre as contas da previdência. Nas duas primeiras audiências ouvimos coisas que são de estarrecer.

  2. laercio disse:

    Não precisamos de formação acadêmica em Havard para saber que soluções simples podem acabar com a corrupção no país.
    Retire benefícios políticos de toda ordem.
    Diminua em 60% o volume de políticos.
    Resgate os valores das obras públicas paradas pelo país.

    Pronto, alcançamos o primeiro trilhão!

    Coloque esse dinheiro no lugar certo que chegaremos aonde a China está

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    Eles não estão nem aí, estão fazendo do Brasil o que bem querem e até o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL não é mais supremo pois agora estão tirando o cavalinho da chuva e entregando a Segunda Turma.Estou dando um sugestão: QUE SE FAÇA UMA REVOLUÇÃO e o exercito então entraria.

  4. Rogerio Faria disse:

    Deve-se separar a previdência do setor pública e a previdência da iniciativa privada.
    Precisamos saber o “rombo” de cada um.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *