Início » Brasil » Linha cruzada
COLUNA ESPLANDA

Linha cruzada

Operadoras vão ao STF contra cadastro para compra de celular e chips

Linha cruzada
Cadastro facilita investigações para casos de rastreamento de sinais, sequestro-relâmpago, o golpe do falso sequestro e outros crimes (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Caiu nas mãos dos ministros e deve ir a plenário em breve do Supremo Tribunal Federal uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (nº 5608) que pode causar estragos nos serviços de inteligências das Polícias Federal e Civis dos estados. A Associação Nacional das Operadoras de Celulares questiona lei do estado de São Paulo que obriga lojas de operadoras a cadastrarem dados pessoais do comprador de celular e chips.

Desserviço

Ocorre que o cadastro facilita investigações para casos de rastreamento de sinais, sequestro-relâmpago, o golpe do falso sequestro e outros crimes variados.

Freio

A AGU travou os processos contra servidores federais por peculato, o que causaria uma avalanche de delações na Lava Jato, a bem do país. Mas há servidores na mira da PF.

Reeleição judicial

Enquanto comemora o prefeito reeleito de Belém , Zenaldo Coutinho (PSDB), o resultado continua sub judice até o TSE decidir se cassa seu registro por uso da máquina.

Laranjal…

A força-tarefa da Lava Jato já identificou e confiscou mais de R$ 14 milhões do ex-senador Gim Argello — preso suspeito de ter recebido propinas de empresários para evitar investigação na CPMI da Petrobras.

…nacional

Procuradores agora se debruçam sobre uma planilha apreendida para rastrear o destino de supostos recursos ilegais. Há indícios de que o ex-senador usou laranjas na compra de imóveis e investimentos em empresas no Distrito Federal, São Paulo, Goiás e Ceará.

Espólio de Cunha

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, não esconde o desconforto e incômodo de manter no comando da sua Subchefia para Assuntos Jurídicos Gustavo Vale Rocha. Indicado pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Na fila

Gustavo Rocha assumiu o cargo muito bem remunerado em maio e passa por um processo de “fritura” às vésperas da eventual delação premiada do padrinho político.

Farol queimado

A ANTT está sem dinheiro para fiscalização no orçamento deste fim de ano e com postos novos fechados em rodovias, sem servidores.

(Des)ocupados

A presidente da União Brasileira dos Estudantes, Camila Lanes, passou por gabinetes do Senado e avisou que a ocupação de escolas vai continuar: “Vamos resistir e intensificar o movimento. Não é a nossa intenção prejudicar o Enem. Nossa mobilização não é baseada nas mentiras. Ocupar sempre.”

Hein?

O Movimento Brasil Livre faz campanha virtual para recrutar estudantes “direitistas” para desocupar as escolas antes da realização do Enem. Confrontos já foram registrados em estabelecimentos de ensino de todo o País e tendem a se acirrar até domingo.

Na mira

Chegou ao MP de Minas denúncia anônima contra o advogado Ricardo Oliveira, por suspeitas de contratos ilícitos com prefeitura de Araxá. Ele disputa vaga de desembargador no TRE.

Dançou

O prefeito de Gravataí, Daniel Bordignon (PDT), proibido de disputar a eleição, teve condenação confirmada no último dia 28 pelo STJ, por improbidade administrativa.

Ponto Final

O STJ condenou o jornalista Paulo Henrique Amorim a pagar indenização de R$ 40 mil ao ex-superintendente da PF em SP Sérgio Menezes. Amorim escreveu no ‘Conversa Afiada’ que ele não cumpria seu dever de delegado na investigação de Daniel Dantas.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Que bom seria se os estabelecimentos particulares de ensino pudessem abrigar os alunos que estão sendo impedidos de estudar pela malandragem que impera na UBE e similares de cunho petista, psolista, comunistase socialista. Definitivamente, o Brasil não está maduro para uma democracia liberal e sem limites, politicamente correta como essa m* que temos no Brasil.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *